Roteiro de 21 dias pela Índia – do mochilão ao luxo gastando pouco

Quem acompanha o nosso blog sabe que nós sempre tentamos viajar da maneira mais econômica possível. Porém nesse roteiro de 21 dias pela Índia nós tivemos a deliciosa companhia de três amigos do Brasil e por conta disso, saímos algumas vezes do nosso budget.

Neste roteiro de 21 dias pela Índia nós visitamos o triângulo de ouro, ou seja, Delhi, Jaipur e Agra, mas também passamos por Pushkar e fizemos um curso de Yoga em Rishikesh. Se você estiver procurando dicas de roteiro pela Índia, sem gastar muito e sem passar muito aperto, segue com a gente que esse post vai lhe ajudar!

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia

Veja abaixo nosso roteiro de 21 dias pela Índia. E logo na sequência um resumo de todas as atrações que visitamos, cidade por cidade. Incluímos preços, indicação de hospedagem e dicas de locomoção.

  • Dia 1 – New Delhi – Qutub Minar, Lodhi Garden e Lodhi Colony
  • Dia 2 – New Delhi – Humayun’s Tomb, India Gate e Connaught Place
  • Dia 3 – New Delhi – Lotus Temple e Akshardham Temple
  • Dia 4 – New Delhi – Agrasen Ki Baoli, Gurudwara Bangla Sahib e Laxmi Narayan Temple
  • Dia 5 – New Delhi – Chhatarpur Temple, Red Fort, Mesquita Jama Masjid
  • Dia 6 – Deslocamento e chegada em Jaipur
  • Dia 7 – Jaipur – Amber Fort, City Palace, Jantar Mantar e Nahargah Fort
  • Dia 8 – Jaipur – Hawa Mahal, Birla Mandir, Albert Hall Museum e Bapu Bazar
  • Dia 9 – Pushkar
  • Dia 10 – Deslocamento e chegada em Agra
  • Dia 11 – Agra – Taj Mahal, Agra Fort e
  • Dia 12 – Deslocamento e chegada em Rishikesh
  • Dia 13 a 18 – Rishikesh – Hospedagem em um Ashram e Yoga
  • Dia 19 – Deslocamento e retorno para New Delhi
  • Dia 20 – Dia livre em New Delhi – hospedagem no The Metropolitan Hotel & Spa
  • Dia 21 – Retorno para o Brasil

Custos de um mochilão de 21 dias pela Índia

Nós contratamos um pacote incluindo: guia, transporte de Delhi para Jaipur, para Agra, Pushkar, Rishikesh e retorno até New Delhi. Como éramos 5 amigos nesta viagem o valor não ficou tão alto e pudemos viajar com um pouco mais de conforto.

Somando todos os custos: hospedagem, comida, cerveja, transporte de ônibus, pacote com guia e os transportes mencionados acima, nós gastamos USD 21,00 por pessoa, por dia. Excluindo o valor da passagem aérea saindo do Brasil.

Atrações visitadas em New Delhi

Qutub Minar

Em nosso primeiro dia em New Delhi nós visitamos o Qutub Minar, o maior minarete feito de tijolos do mundo.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Qutub Minar

Como Chegar: nós fomos até o Qutub Minar de tuk-tuk. Mas há uma estação de metrô bem do lado da atração, a estação Qutub Minar da linha amarela.

Quanto Custa: a entrada para o Qutub Minar custa INR 500,00, ou USD 7,00.

Lodhi Garden

De lá nós pegamos o metrô até a estação Jor Bagh (também na linha amarela) e fomos passear pelo belíssimo Lodhi Garden. Um prato cheio para quem quer fugir do barulho da cidade.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Lodhi Garden

Como Chegar: nós fomos até o Lodhi Garden com a linha amarela. Descemos na estação Jor Bagh.

Quanto Custa: a entrada para o parque é gratuita.

Lodhi Colony – Art District

Do Lodhi Garden nós pegamos um tuk-tuk até Lodhi Colony. Em um festival realizado por uma fundação sem fins lucrativos, 25 artistas transformaram a área de Lodhi Colony, em Délhi, no primeiro distrito aberto de arte pública da Índia. É como se fosse o Beco do Batman de São Paulo aqui em New Delhi ☺️

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – District Art

Como Chegar: nós fomos de tuk tuk desde o Lodhi Garden. A corrida custou INR 50,00, o equivalente a USD 0,70.

Quanto Custa: todos os painéis estão na rua, logo a atração é gratuita.

Humayun’s Tomb

No segundo dia nós visitamos o Humayun’s Tomb. O monumento que é carinhosamente chamado de Taj Mahal vermelho.

Como Chegar: nós fomos de Uber. A corrida do nosso hotel até lá custou menos de USD 2,00. Tem a opção do Tuk-Tuk Uber que sai ainda mais barato. E há também a opção de ir de metrô. A estação mais próxima é a JLN Stadium.

Quanto Custa: a entrada para o complexo custa INR 600,00, ou USD 8,50.

India Gate

De lá seguimos para o India Gate, o Arco do Triunfo da Índia. Ele fica bem no meio de um cruzamento e presta homenagem aos 70 mil soldados indianos que perderam suas vidas lutando pelo exército britânico durante a Primeira Guerra Mundial.

Nós não estivemos por lá a noite mas ao anoitecer ele fica todo iluminado por holofotes, enquanto as fontes próximas fazem uma bela exibição com luzes coloridas. Deve ser lindo!

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – India Gate

Como Chegar: a estação de metrô mais próxima é a Pragati Maidan.

Quanto Custa: é de graça.

Connaught Place

De lá terminamos o dia no dia no Connaught Place, um lugar cheio de restaurantes e lojas descoladas, tem até um Starbucks por lá.

Nós jantamos no Junkyard Cafe, um bar super bacana, com cerveja gelada, comida deliciosa e até música ao vivo. Foi uma noite super divertida.

Como Chegar: a estação de metrô mais próxima é a Rajiv Chowk metro station.

Quanto Custa: comer por ali é meio caro, mas é um lugar para você fugir da comida indiana, caso queira. Considere gastar em média USD 8,00 por pessoa, só para comer, sem cerveja.

Lotus Temple

No terceiro dia nós visitamos o Lotus Templo, essa construção belíssima que lembra demais a Opera House de Sydney. Não lembra?

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Lotus Temple

Como Chegar: a estação de metrô mais próxima é a Kalkaji Mandir metro station.

Quanto Custa: a entrada para todos os templos Bahá’i espalhados pelo mundo é gratuita.

AkshardhamTemple

De lá seguimos até uma das atrações mais bonitas da Índia, o Templo Akshardham. O maior templo hindu do mundo, de acordo com o Guinness Book (o livro dos recordes). Obs.: fotos dentro do templo são proibidas.

Cortesia: https://akshardham.com/

Como Chegar: a estação de metrô mais próxima é a Akshardham, na linha azul.

Quanto Custa: a entrada para o complexo é gratuita. Porém há algumas exibições que são pagas, mas os valores dos ingressos custam em média INR 170,00.

Agrasen Ki Baoli

Nossa primeira parada no quarto dia da viagem foi no Agrasen Ki Baoli. Um lugar que já foi usado como reserva de água para abastecer a cidade de New Delhi e que, atualmente restaurado pelo governo, rende belas fotos devido a sua imponente estrutura.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Agrasen Ki Baoli

De lá seguimos a pé até o Gurudwara Bangla Sahib. Um templo sikh onde até o Zeca Camargo já esteve. Se bem que, será que ainda existem lugares onde o Zeca Camargo não esteve?

Gurudwara Bangla Sahib

Trata-se de um local sagrado e um importante centro de peregrinação dos sikhs em New Delhi. E como em todos os templos sikhs por aqui você também encontra um Langar. O termo é usado no Sikhismo para a cozinha comunitária, onde uma refeição vegetariana gratuita é servida a todos os visitantes, sem distinção de religião, casta, gênero, status econômico ou etnia.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Gurudwara Bangla Sahib

Seguimos a pé até o Parliament House e o Laxmi Narayan Temple. No Parliament House demos com a cara na porta, o local estava fechado por conta de algum acontecimento político na região.

Laxmi Narayan Temple

No Laxmi Narayan Temple (também conhecido como Birla Mandir) também só pudemos tirar fotos do lado de fora.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Laxmi Narayan Temple

Chhatarpur Temple

Começamos o quinto sia visitando o Chhatarpur. Um templo dedicado à deusa Katyayani, uma das formas da deusa Durga. Ele já foi considerado o maior templo da Índia e o segundo maior do mundo, antes da criação do templo de Akshardham em 2005.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Chhatarpur Temple

Como Chegar: a estação de metrô mais próxima é a estação Chhatarpur, na linha amarela.

Quanto Custa: a entrada para o complexo é gratuita.

Red Fort

Se você visitou o Red Fort de Agra com certeza achará o Red Fort de Delhi bem menor e mais sem graça. Mas ainda assim vale a visita.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Red Fort

Como Chegar: o Red Fort está a 10 minutos de caminhada da estação Chandni Chowk.

Quanto Custa: a entrada custa INR 600,00 por pessoa, que equivalem a USD 8,50.

Mesquita Jama Masjid

Pertinho do Red Fort, na parte velha da cidade de New Delhi, está a Jama Masjid. A maior mesquita da Índia, com um pátio capaz de comportar 25.000 devotos.

Para entrar na mesquita você precisa estar devidamente vestido. Mas caso precise, eles oferecem uma espécie de túnica na entrada.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Mesquita Jama Masjid

Como Chegar: você pode ir caminhando a partir do Red Fort. E a estação de metrô mais próxima é a Jama Masjid.

Quanto Custa: nos cobraram INR 300,00 pela entrada, que equivalem a USD 4,20, mas ouvimos dizer que a entrada deveria ser gratuita. Vá saber…

Atrações visitadas em Jaipur

Nos sexto dia nós nos locomovemos de New Delhi até Jaipur. Se quiser uma opção econômica de viajar entre as cidades clique aqui e vejo o post completo que escrevemos.

Amber Fort

A primeira atração que nós visitamos em Jaipur foi o Amber Fort. Nosso dia começou cedo, às 8h da manhã.

O Fort e toda sua imponência ficam no alto de uma colina. E logo na chegada, se você estiver sem um guia, você pode alugar um áudio-guia para lhe orientar durante sua visita.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Amber Fort

Como Chegar: você pode ir de Jaipur até o Amber Fort de Uber, táxi ou tuk-tuk. São 11 km até lá. O Uber na cidade funciona super bem e é super barato.

Quanto Custa: a entrada para o Amber Fort custa INR 500,00, que equivalem a USD 6,80.

De lá nós seguimos de carro até o City Palace.

City Palace

Outra atração coloridíssima de Jaipur, o City Palace. Gastamos pouco mais de 1 hora para explorar todo o complexo.

E é no City Palace de Jaipur que você pode tirar essas fotos bacanas para colocar em um porta-retratos e presentear aquela tia que tanto te ama 😂

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – City Palace

Como Chegar: o City Palace fica no centro da cidade e a depender de onde você estiver hospedado dá para ir a pé até lá. Mas como disse anteriormente, tem sempre a opção do Uber, táxi e tuk-tuks.

Quanto Custa: a entrada para o City Palace custa INR 500,00, que equivalem a USD 6,80.

A próxima atração estava bem ali ao lado, o Jantar Mantar.

Jantar Mantar

O Jantar Mantar é uma coleção de 19 instrumentos astronômicos arquitetônicos construídos pelo rei Rajput Sawai Jai Singh II e completados em 1734. E é lá que você poderá ver o maior relógio de sol de pedra do mundo.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Jantar Mantar

Como Chegar: o Jantar Mantar fica ao lado do City Palace. Dá para ir a pé de uma atração para a outra.

Quanto Custa: a entrada para o Jantar Mantar custa INR 200,00, que equivalem a USD 2,70.

Faça já seu Seguro Viagem para garantir uma viagem tranquila pela Índia. Contratando seu Seguro aqui pelo Blog, além de você ganhar um descontinho nós ainda recebemos uma pequena comissão que nos ajuda a mantê-lo no ar! Clique aqui para ver mais.

Terminamos o dia no Nahargah Fort.

Nahargarh Fort

Terminamos o primeiro dia de passeio em Jaipur no Nahargarh Fort. O Fort já estava fechado, mas nós passamos algumas horas no Padao Restaurant, que fornece uma visão ímpar para o pôr do sol.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Vista do Nahargarh Fort

Como Chegar: dá para ir até lá de Uber, táxi ou tuk-tuk.

Quanto Custa: a entrada para o restaurante custa INR 200,00, que equivalem a USD 2,70.

Hawa Mahal

Começamos nosso segundo dia em Jaipur no Hawa Mahal. Aliás, o melhor horário para visitar a atração é durante a manhã. O Hawa Mahal é o maior cartão postal de Jaipur.

➡️ Clique aqui para ver nosso post completo sobre nosso roteiro em Jaipur.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Hawa Mahal

Como Chegar: o Jantar Mantar fica ao lado do City Palace. Dá para ir a pé de uma atração para a outra.

Quanto Custa: a entrada para o Jantar Mantar custa INR 200,00, que equivalem a USD 2,70.

Birla Mandir

De lá seguimos até o Birla Mandir, ainda pela manhã. Mas o melhor horário para visitar o local é no fim do dia, para assistir ao pôr do sol, ou mesmo para vê-lo todo iluminado durante a noite.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Birla Mandir em um dia nublado

Como Chegar: nós fomos até lá de tuk-tuk.

Quanto Custa: a entrada para o Birla Mandir é gratuita.

Albert Hall Museum

Nós não tivemos a oportunidade de visitar o museu pois estivemos por lá depois do horário de fechamento. Mas ficamos felizes com essa linda imagem do pôr do sol.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Albert Hall Museum

Bapu Bazaar

Finalizamos o dia no Bapu Bazaar, uma ótima opção para quem quiser comprar sáris e roupas indianas. Além de souvenirs, lenços e etc.

A região também conta com uma série de restaurantes de comidas típicas. E aqui nós indicamos o restaurante Bombay Chowpatty. A comida é deliciosa e os preços super bons!

Atrações visitadas em Pushkar

No nono dia de viagem pela Índia nós saímos bem cedinho em direção a Pushkar. Fizemos um bate e volta de Jaipur até lá.

Brahma Temple

Também conhecido como Jagatpita Brahma Mandir, o Templo de Brahma em Pushkar é um dos templos mais sagrados de toda a Índia. O local religioso é dedicado ao deus da criação, Brahma. Nosso guia nos disse que este é o único templo dedicado a Brahma em todo o mundo, mas li em outras fontes que existem outros 6 templos dedicados a Brahma na Índia. Confesso que fiquei um tanto confusa, mas seja lá como for, este é o mais importante de todos ☺️

brahma temple pushkar

Fotos dentro do templo são proibidas

Pushkar Lake

Bem pertinho do Brahma Temple está o Pushkar Lake. Um local sagrado e que também é fonte de peregrinação de hindus de diversas partes da Índia e do mundo.

Nós fomos até lá e caímos em um famoso golpe que é aplicados nos turistas que visitam a cidade. Clique aqui para ver como NÃO cair na mesma cilada!

cerimonia pushkar lake

Teleférico e o Savitri Temple

Savitri Temple fica no topo da colina Ratnagiri, que é um popular local de peregrinação para os hindus. O templo é dedicado à deusa Savitri, esposa do deus Brahma. Para chegar até lá você pode subir ladeira acima ou pegar um teleférico.

Vista do alto da colina e o teleférico ali no cantinho

Atrações visitadas em Agra

No décimo dia em nosso roteiro de 21 dias pela Índia nós nos locomovemos até Agra. E nossa primeira parada foi no Taj Mahal, uma das Sete Maravilhas do Mundo.

Dica: A melhor hora para visitar o Taj Mahal é antes do nascer do sol. Pois, as luzes do nascer do dia emprestam uma áurea dourada ao mausoléu. O complexo abre às 6h, mas é bom chegar mais cedo para garantir um bom lugar na fila. Sim, seguramente já terá uma fila enorme mesmo nesse horário.

➡️ Clique aqui para ver nosso post completo sobre o Taj Mahal.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Taj Mahal – Agra

De lá seguimos até o Agra Fort.

Agra Fort

Ofuscado por seu vizinho mais famoso, o Taj Mahal fica a somente 2,5 km de distância, o Agra Fort era a residência oficial dos imperadores mugóis até o ano de 1638. Sendo melhor descrito como uma cidade murada do que propriamente um forte, o conjunto é outro símbolo da impressionante arquitetura mugol no país.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Agra Fort

Mehtab Bagh ou Moonlight Garden

Finalizamos o dia no Moonlight Garden, um lugar perfeito para assistir ao pôr do sol com vistas para o Taj Mahal. E também podemos dizer que visitar o jardim é a maneira mais barata de ver o Taj Mahal. Além de lhe oferecer uma ótima oportunidade para tirar aquela selfie bacana com o Taj sem que 500 outras pessoas apareçam na sua foto.

O jardim de 300 x 300 metros foi projetado como parte integral do mausoléu. O local é ideal para um pequeno piquenique observando o sol se pôr.

No décimo segundo dia do nosso roteiro de 21 dias pela Índia nós nos deslocamos até Rishikesh.

Atrações visitadas em Rishikesh

Rishikesh é a cidade do Yoga na Índia. Por lá você encontra incontáveis Ashrams que oferecem desde aulas avulsas para quem quer praticar, até cursos de formação para aqueles que buscam algo mais avançado. Mas se Yoga não é a sua praia, saiba que ainda assim há boas opções do que fazer em Rishikesh, a cidade onde é possível descansar da caótica Índia.

Nós passamos 6 dias na cidade pois nos hospedamos em um Ashram para praticar Yoga e meditação. Mas aproveitamos os intervalos para conhecer melhor a cidade. Veja só:

Fazer Yoga

Pode até não ser a sua praia, mas é bom você já ir até lá sabendo que a principal atração da cidade, e o motivo pelo qual 99% das pessoas vão até Rishikesh, é o Yoga. São várias as escolas que oferecem desde aulas avulsas até cursos de formação.

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – Anand Prakash Yoga Ashram

Ruínas do Ashram dos Beatles

Você é fã dos Beatles? Sim? Não? Independentemente da resposta, saiba que as ruínas do Ashram onde a famosa banda de Liverpool se hospedou em Rishikesh no ano de 1968 é um dos “must do” da cidade.

rishikesh

Ruínas do Ashram onde os Beatles se hospedaram em Rishikesh

💰 Quanto custa: a entrada para as ruínas do Ashram dos Beatles custa 600 rúpias, que equivalem a USD 8,00.

Cerimônias no Parmarth Niketan

Todos os dias, ao pôr do sol, acontece uma bonita cerimônia em frente ao Ashram Parmarth Niketan. Nós participamos em um dia chuvoso e com céu cinzento. Mas com o tempo bom deve ser super bonito, já que a cerimônia é realizada nas margens do Ganges.

Rishikesh

Parmarth Niketan – uma imagem de Arjuna e Krishna, representando uma passagem do Bhagavad Gita

Ponte Lakshman Jhula

Uma vez em Rishikesh é fato que você passará diversas vezes pela Ponte Lakshman Jhula. A Ponte é um dos cartões postais da cidade e nós achamos que ela lembra (de longe) a Golden Gate Bridge, de San Francisco. Não lembra?

Roteiro de 21 dias pela Índia

Roteiro de 21 dias pela Índia – A Ponte Lakshman Jhula

Atividades aquáticas nas águas do Rio Ganges

O bacana de Rishikesh é que você pode nadar nas águas limpas do Rio Ganges. Quer dizer, a depender da época em que você visitar a cidade. Nós estivemos por lá no mês de agosto (época das monções) e o rio estava meio “barrento” em função das chuvas. Mas normalmente a água é limpinha e é possível fazer atividades como Kayaking, Rafting, Boía Cross, etc.

Lázaro até tentou, mas a correnteza estava forte e a água suja

Descansar!

Em Rishikesh você consegue descansar da Índia. A vibe da cidade é diferente, difícil de explicar. Então, se tiver um tempinho sobrando na viagem, não pense duas vezes antes de ir até este reduto de tranquilidade que o país oferece.

roteiro de 21 dias pela Índia – Luxo no fim da viagem

Nos últimos dois dias nós deixamos o perrengue de lado e vivemos momentos de conforto hospedados no The Metropolitan Hotel & Spa. Considerando que sempre ficamos nos hotéis mais baratos possíveis em nossas viagens pelo mundo, nós amamos passar os últimos dias desta incrível viagem pela Índia na companhia dos amigos neste hotel.

Onde se Hospedar

Veja nossas dicas de hotéis baratos, cidade por cidade:

  • New Delhi

Nós indicamos o Hotel Centra Inn. Um hotel simples, limpinho e super bem localizado, no coração do Main Bazaar. Melhor opção para quem gosta de viajar gastando pouco, já que pela região há uma série de restaurantes com ótimos preços. Pagamos USD 14,00 pela diária.

  • Agra

Agra possui opções super acessíveis de hospedagem. Nós dividimos um quarto com mais 3 amigos e pagamos USD 2,00 por pessoa. Há ainda opções de acomodação com vista para o Taj por menos de USD 5,00. Veja a seleção de hotéis que nós preparamos para você, basta clicar aqui.

  • Jaipur

Nós nos hospedamos no BagPack Village em Jaipur. O hotel oferece opções de dormitórios e quartos duplos a valores bem convidativos. Nós pagamos USD 11,00 por um quarto com ar condicionado e banheiro privativo.

  • Rishikesh

Nós nos hospedamos em um Ashram que incluía aulas de Yoga, de meditação e as 3 principais refeições do dia: café da manhã, almoço e jantar. Nós adoramos e recomendamos muito, especialmente pelo preço. Pagamos USD 15,00 por dia, por pessoa no Anand Prakash Yoga. Mas caso não queira se hospedar em um Ashram, veja a seleção de hotéis que nós preparamos para você, basta clicar aqui.

Lembre-se do Seguro Viagem!

O seguro viagem é indispensável em uma viagem para a Índia. Nossa sugestão é fazer uma boa busca através da Segurospromo, um site que compara preços e te apresenta uma série de opções de seguro, aí é só escolher a melhor opção para seu tipo de viagem. E utilizando nosso código CASALWANDERLUST5 você ainda ganha 5% de desconto na hora!

Espero que tenha gostado. Aproveite e veja todos nossos posts sobre a Índia:

Dicas que vão te ajudar:

Dicas do que fazer:

Como se locomover:

🌍 Acompanhe nossa viagem de volta ao mundo através de nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/casalwanderlustoficial

Salve no Pinterest para ler mais tarde:

2 Comentários

  1. Quando você chegou na imigração na Índia, eles te pediram cartão de vacinas ou algo do tipo? Moro há 1 ano no Estados Unidos e vou para a Índia em Dezembro, o que já irá fazer 1 ano e 4meses que moro no Estados Unidos. Você acha que vai pedir vacina de febre amarela e malária?

    Obrigadaa