Um casal em uma viagem de volta ao mundo!

O que fazer em Srinagar, na Caxemira

Planejando uma viagem para a Índia? Já pensou em visitar a região da Caxemira e conhecer a cidade de Srinagar? Nós nunca tínhamos pensado em conhecer esta parte do país e, confesso que tínhamos até certo receio. Mas estivemos por lá por uma semana e saímos encantados.

Depois de enfrentar dias quentes na caótica New Delhi foi um acalanto visitar os floridos Jardins de Srinagar. Adoramos o clima mais ameno, a receptividade das pessoas e especialmente, a experiência de termos nos hospedado nos hotéis flutuantes do Dal Lake. Vamos falar sobre tudo isso nesse post. Vamos lá?

Srinagar

Os hotéis flutuantes no Dal Lake de Srinagar

As principais atrações de Srinagar

Primeiramente, para falar a verdade, nós fomos parar na região da Caxemira por pura sorte, e também porque queríamos fugir das monções. Estivemos no país bem na época das chuvas e fizemos um roteiro para fugir delas.

➡️  Se quiser saber mais sobre a melhor época para viajar para a Índia, basta clicar aqui.

Fomos comprar um bilhete de trem na estação central de New Delhi e um senhor nos direcionou até uma agência de viagens. Aliás, este é um golpe muito comum por lá! Pessoas ficam na entrada da estação de trem e quando você fala que está ali para comprar um bilhete eles te direcionam para agências de viagem. Neste caso você acaba pagando mais caro e eles ganham uma comissão. Porém, o “quase golpe” virou um golpe de sorte a nosso favor. Pois uma dica do atendente da agência nos fez querer conhecer Srinagar, cidade que não estava em nosso roteiro inicialmente.

Um coração para os golpes de sorte da vida. Amém?

Mughal Gardens

As principais atrações de Srinagar são os coloridos Mughal Gardens, ou Jardins Mogóis. Os imperadores do império Mogol (Mogul, Mugal ou Mughal, em inglês) construíram jardins do Teerã até Agra, mas foi na Caxemira que eles alcançam sua perfeição. Aliás, você sabia que foi um imperador do império Mogol que mandou construir o Taj Mahal?

➡️ Clique aqui para ver nosso post sobre a história do Taj Mahal.

Durante os meses de verão é possível visitar os coloridos jardins de Srinagar, que contrastam com as montanhas verdes e o céu azul ao fundo. Vamos falar de cada um deles:

Badamwari Garden

Nossa primeira parada foi no Badamwari Garden. Não há registros reais sobre a construção do jardim. Mas acredita-se que tenha sido construído antes do século XIV.

O Badamwari Garden fica todo florido durante a temporada de primavera. E assim como todos os outros Jardins Mogóis, o Badamwari é super bem cuidado e limpo!

A entrada principal

Vista para o Hari Parbat Fort

Flores coloridas

Detalhes

Srinagar

Mais flores

💰 Quanto Custa – valor do ticket de entrada é de INR 20,00, que equivalem a USD 0,30.

Shalimar Bagh Garden

O Jardim Shalimar foi construído pelo Imperador Jehangir para sua esposa Nur Jahan em 1616. Foi originalmente chamado de Farah Bakhsh ou ‘delicioso jardim’, mas hoje é conhecido como o “jardim do amor”.

O jardim possui um canal de água que o atravessa pelo meio, dando uma super sensação de refrescância em dias de calor. Tinha até algumas crianças tomando banho nas pequenas piscinas.

srinagar

A entrada do jardim

O canal de água que atravessa o jardim

Flores coloridas

srinagar

Shalimar Bagh

💰 Quanto Custa – valor do ticket de entrada é de INR 24,00, que equivalem a USD 0,33.

Nishat Garden

O Nishat Garden é famoso por suas imponentes árvores importadas da Pérsia pelos mogóis. São 12 terraços representando os 12 signos do zodíaco. Também conta com canais de água e muitas, mas muitas flores coloridas.

Em seu entorno também é possível ver alguns remanescentes de construções da época Mogol.

💰 Quanto Custa – valor do ticket de entrada é de INR 24,00, que equivalem a USD 0,33.

Cheshmashahi Garden

Ou Chashma Shahi, foi o último Jardim Mogol que visitamos. Ele tem três terraços, um aqueduto, uma queda d’água e fontes.

Tem inclusive uma nascente de água doce neste jardim, onde você poderá encher sua garrafinha. A água sai geladinha da fonte, uma boa pedida para dias quentes.

💰 Quanto Custa – valor do ticket de entrada é de INR 24,00, que equivalem a USD 0,33.

Pari Mahal Garden

O Jardim Pari Mahal já foi um mosteiro budista, depois foi convertido em escola de astrologia e atualmente é totalmente mantido pelo governo do estado.

E o mais bacana de todos esses jardins, você já deve ter notado, é que os valores para entrada são super baratinhos, mesmo para turistas. Nós adoramos as flores, a brisa leve, os sorrisos das pessoas e especialmente, os precinhos camaradas. 😃

srinagar

Uma família indiana que conhecemos por lá

💰Quanto Custa – valor do ticket de entrada é de INR 24,00, que equivalem a USD 0,33.

Hazratbal Shrine, a Mesquita Branca

A Hazratbal Shrine é a mesquita mais sagrada de toda a região da Caxemira. Os muçulmanos fazem peregrinação para visitá-la pois acreditam que dentro da Mesquita Branca encontra-se uma relíquia com fios de cabelo do profeta Maomé.

Não muçulmanos podem entrar na mesquita mas mulheres precisam cobrir a cabeça.

srinagar

A Mesquita Hazratbal Shrine

💰 Quanto Custa – a entrada é gratuita.

Hari Parbat Fort

O Hari Parbat Fort esteve fechado para o turismo até o início de 2018. Nesse tempo foi utilizado pelo exército e por isso não se encontra muito bem conservado. Mas ainda assim vale a pena visitá-lo pela ótima vista da cidade de Srinagar que você terá de lá de cima.

Veja o mato tomando conta do lugar…

O Hari Parbat Fort visto de um do Badamwari Garden

💰 Quanto Custa – valor do ticket de entrada é de INR 100,00, que equivalem a USD 1,35.

Hospedar-se em um Hotel Flutuante

Um dos pontos altos de nossa passagem por Srinagar foi termos nos hospedado em um hotel flutuante no Dal Lake. É um “must do” na cidade!

São mais de 1.800 barcos de madeira transformados em hotéis. É uma experiência muito bacana. No final do dia fizemos um passeio de canoa pelos canais do lago e fomos presenteados com este lindo pôr do sol.

srinagar

Um dos muitos hotéis flutuantes de Srinagar

Shankaracharya Temple

Terminamos o dia no Templo Shankaracharya, que também é conhecido como o templo Jyesteshwara ou Pas-Pahar pelos budistas.

Ele fica no alto do monte Shankaracharya e é dedicado ao deus Shiva. Fotos do templo são proibidas, mas é um bonito lugar para assistir ao pôr do sol.

srinagarPôr do sol no Dal Lake

Quanto Custa – a entrada é gratuita.

Como se locomover

Nós visitamos todos esses pontos citados acima em um único dia. Fechamos um day tour com o hotel onde estávamos hospedados e achamos que valeu super a pena. Pagamos USD 13,00 pelo dia todo, incluindo transporte e guia. Segue o contato do nosso amigo Javed, caso você queira fazer o passeio com ele: +91 78895 02615.

Onde se hospedar em Srinagar

Srinagar possui opções super acessíveis de hospedagem. Nós nos hospedamos no Shamus Javed Home Stay e pagamos USD 4,50 por um quarto duplo com banheiro privativo e café da manhã incluído.

E se você quiser hospedar-se em um Hotel Flutuante nós recomendamos o Houseboat Moon of Kashmir. Nós nos hospedamos lá e pagamos USD 10,00 por um quarto com banheiro privativo e com um delicioso café da manhã incluído.

Veja a seleção de hotéis que nós preparamos para você, basta clicar aqui. Lembrando que ao utilizar o Booking.com você pode efetuar suas reservas em reais (R$) fugindo assim do IOF. E em muitos casos é possível fazer o cancelamento gratuitamente, caso seja necessário.

Nosso hotel era esse do meio

É seguro viajar para a região da Caxemira?

Essa foi a primeira pergunta que nós fizemos quando o atendente da agência sugeriu que fôssemos para Srinagar, na Caxemira. Região que apresenta um dos mais importantes conflitos da atualidade, entre indianos e paquistaneses.

Ainda há conflitos nas regiões próximas às fronteiras e há lugares onde o turismo não é indicado. Mas em Srinagar a situação é bem tranquila. Passamos uma semana por lá, fizemos passeios na cidade e pelas redondezas e nos sentimos muito seguros. Aliás, fizemos vários amigos por lá.

srinagar

As pessoas são muito simpáticas em Srinagar. Várias delas vinham até nós para tirar fotos com a gente ou mesmo pedir para que tirássemos fotos delas. Veja que figura!

O conflito na Caxemira

Após a Segunda Guerra Mundial a região da Caxemira foi dividida entre Índia, Paquistão e China. E o conflito ocorre em virtude da população de origem islâmica buscar a integração com o Paquistão, à revelia do governo indiano. Ao chegar na região você já irá perceber uma grande diferença com relação às demais cidades da Índia. A maioria da população é muçulmana, ao contrário da população de maioria hindu na Índia. A comida é diferente, as roupas, os costumes e até a língua. Realmente faz mais sentido o pertencimento ao Paquistão do que à Índia. Mas o fato é que a Caxemira é um importante recurso hídrico, onde ficam as nascentes dos rios Ganges e Indo, os principais rios da Índia e do Paquistão. Portanto, ninguém está disposto a abrir mão da área.

Melhor época para visitar Srinagar

Boa parte da região norte da Índia fica coberta de neve durante o inverno, entre os meses de novembro a abril. Algumas estradas inclusive ficam fechadas durante esta época, as que dão acesso à região de Ladakh por exemplo. Se quiser ver neve e tirar os casacos de frio do armário você escolher estes meses. Porém, fique atento às condições das estradas.

Mas caso você queira ver os jardins floridos de Srinagar escolha o período do verão, entre os meses de junho a setembro. Os meses de verão na Índia são conhecidos por ser a época das monções (chuvas torrenciais que atingem boa parte do país). Mas esta também é uma época perfeita para conhecer a região da Caxemira. Nós estivemos por lá em agosto e amamos!

Média de temperatura anual em Srinagar

Lembre-se do Seguro Viagem!

O seguro viagem é indispensável em uma viagem para a Índia. Nossa sugestão é fazer uma boa busca através da Segurospromo, um site que compara preços e te apresenta uma série de opções de seguro, aí é só escolher a melhor opção para seu tipo de viagem. E utilizando nosso código CASALWANDERLUST5 você ainda ganha 5% de desconto na hora!

Curiosidade

A região da Caxemira é uma das áreas mais militarizadas do mundo. A cada 4 habitantes de Srinagar, 3 são do exército indiano.

Veja todos nossos posts sobre a Índia:

Dicas que vão te ajudar

Dicas do que fazer

🌍 Acompanhe nossa viagem de volta ao mundo através de nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/casalwanderlustoficial

Deixe uma resposta