Um casal em uma viagem de volta ao mundo!

O que fazer em Mardin – no Curdistão Turco

Visitar o Curdistão Turco e Iraquiano era uma certeza que nós tínhamos desde que colocamos nossos pés na Turquia. Nós traçamos nossa rota pelo Curdistão Turco, passando pelo Iraque até chegar no Irã. Fizemos todos os trajetos por terra, sem pegar nenhum voo. Por isso nossa segunda cidade nesta região foi Mardin e nós gostamos tanto que decidi escrever este post sobre O que fazer em Mardin, incluindo dicas práticas de como se locomover e onde se hospedar.

Além disso, se você pretende fazer este mesmo trajeto, saiba que eu deixarei logo abaixo os links para todos os posts que escrevi sobre nossa viagem por essa parte do mundo. Vem ver que legal!

O que fazer em Mardin

Onde se hospedar em Mardin

Em Mardin nós nos hospedamos no Mardin Osmanli Konagi. Pagamos USD 30.00 por um quarto super bacana, com ar condicionado e um delicioso café da manhã.

Aliás, você sabia que ao fazer suas reservas aqui pelo blog você não paga nada a mais por isso e ainda nos ajuda a mantê-lo no ar recheado de dicas?

Pois é! Reservando seu hotel aqui pelo blog nós ganhamos uma pequena comissão para continuar trazendo dicas fresquinhas pra você! Por isso que tal clicar no link abaixo e ajudar a gente? ⤵️

O que fazer em Mardin

Nós gostamos bastante de Mardin. Além disso a excelente localização do nosso hotel permitiu que visitássemos todas as atrações da cidade a pé.

Além disso, nos 2 dias que passamos em Mardin nós vimos pores do sol belíssimos enquanto olhávamos para a vasta planície desta região que um dia já foi chamada de Mesopotâmia. Lázaro pira nesses lugares!

O que fazer em Mardin

Zinciriye Medresesi

A palavra Madrassa deriva do árabe madrsa, que designava qualquer tipo de escola, secular ou religiosa (de qualquer religião), pública ou privada.

Construída em 1385, a Madrassa Zinciriye oferece uma linda vista para a cidade de Mardin. Além disso o pátio interno tem uma pequena fonte cuja água corrente reflete a geometria perfeita de sua construção.

Saímos do hotel e fomos caminhando até lá. Não é necessário pagar para entrar mas tem uns meninos por ali que sugerem várias ideias bacanas para fotos, aí é só dar uma gorjeta. Olha que legal!?

O que fazer em Mardin
Zinciriye Medresesi

Ulu Mosque

Depois seguimos caminhando até a Ulu Mosque. A entrada é gratuita e eles emprestam lenços para as mulheres cobrirem os cabelos, já que esta é uma exigência para entrar em grande parte das mesquitas espalhadas pelo mundo.

A Mesquita Ulu é pequena, o portão de entrada fica meio escondido mas para chegar até lá você ainda passa pelo Bazaar (mercado) da cidade. Vale a visita! Olha que linda:

O que fazer em Mardin
Ulu Mosque

Forty Martyrs Church (Mor Behnam Kirklar Kilisesi)

Depois seguimos caminhando até a Forty Martyrs Church, que fica na parte antiga da cidade de Mardin. A igreja, que é ortodoxa, recebeu esse nome depois que 1170 relíquias de 40 mártires foram trazidas até o local.

Quando estivemos por lá a igreja estava fechada e, ao contrário do que lemos no guia do Lonely Planet, não tinha nenhum zelador ali para abrir a porta para que pudéssemos ver o seu interior…rs.

o que fazer em mardin
Forty Martyrs Church – Mor Behnam Kirklar Kilisesi

Kasımiye Medresesi

A única atração que nós visitamos em Mardin e que deu trabalho para chegar. Não pela dificuldade do caminho, mas porque andamos quase 3 km para chegar e na volta tivemos que subir uma ladeirinha bem chata.

Mas o universo é tão incrível que quando estávamos no meio da ladeira assistimos a um pôr do sol incrível, enquanto olhávamos para as planícies da Mesopotâmia. 

O que fazer em Mardin
Kasımiye Medresesi

Pôr do sol em Mardin

Mardin tem uma série de restaurantes e cafés onde é possível assistir ao pôr do sol bebendo um chazinho. Contudo não vimos nenhum lugar vendendo cerveja, ohhh tristeza. Mas outra ótima pedida para o pôr do sol é subir até o Mardin Castle. Porque de lá de cima você tem uma linda vista da cidade.

Mas esse pôr do sol da foto abaixo nós vimos no meio do caminho quando estávamos voltando da Kasımiye Medresesi. Coisa mais linda, não?

Pôr do sol em Mardin

Şehidiye Mosque

A Şehidiye Mosque ficava pertinho do nosso hotel. E pouco antes do portão de entrada tem um café onde você pode sentar-se para curtir a paisagem.

Sim, eu estou repetitiva com relação a paisagem de Mardin, mas gente…. isso aqui um dia a Mesopotâmia! Não tem como não fica de queijo caído.

Şehidiye Mosque

The post office

O edifício construído pelo arquiteto armênio Lole em 1890 e é um dos melhores exemplos da arquitetura de Mardin. Ele fica bem em frente a Mesquita Şehidiye e tem um café no rooftop que oferece uma vista bonitona também.

Como a atração ficava praticamente em frente ao nosso hotel, nós fomos até lá umas duas vezes só para ver o visual.

Post Office Mardin

Mardın Castle

O Castelo de Mardin foi construído a mais de 3.000 anos e foi nos arredores dele que a cidade cresceu. Além disso, foi o castelo que deu o nome moderno à cidade, já que na época do Império Romano ele era conhecido como Marida (Merida) e com o tempo, o nome Marida se transformou em Mardin.

No decorrer da história o Castelo recebeu vários governantes, incluindo Assírios, Persas, Romanos e Bizantinos até Otomanos. O castelo já foi usado para fins residenciais e de proteção. Por isso as salas de armazenamento do castelo podiam armazenar enormes quantidades de munição e comida.

Mardın Castle

Bazaar de Mardin

Toda cidade dessas bandas tem o seu Bazaar, o mercado onde você encontra de tudo para comprar. E em Mardin não é diferente.

Contudo o Bazaar de Mardin é menorzinho e bem mais tímido, especialmente quando nos lembramos no Grand Bazaar de Istambul. Mas ainda assim vale a pena dar uma passadinha por ele.

Bazaar de Mardin

Sakıp Sabancı City Museum

Se você quiser entender melhor a história de Mardin não deixe de visitar o Sakıp Sabancı Mardin City Museum. O Museu foi construído no edifício histórico antigo que abrigava o quartel do exército em 1889.

Veja as informações sobre exposições, horários de funcionamento e etc. clicando aqui para visitar o site oficial.

Como ir para Mardin

Nós chegamos até Mardin em um ônibus partindo da cidade de Saliurfa. Compramos o bilhete com a empresa Mardin Tour. O ônibus saiu às 18h30m e nós chegamos em Mardin às 22h. Além disso, logo quando descemos do ônibus (no bairro Yenisehir) já conseguimos pegar um micro-ônibus até o centro, onde ficava nosso hotel, o micro-ônibus nos deixou bem na porta.

Na hora de ir embora nós pegamos um micro-ônibus bem em frente ao nosso hotel e fomos até a rodoviária no conforto do ar condicionado. O bilhete custa super barato, cerca de TRY 2,00 (USD 0.40).

Ah! Segue uma dica que pode te ajudar: viajando pela Turquia nós compramos diversos bilhetes de ônibus com a Busbud (https://www.busbud.com/pt-pt) os valores eram sempre os mesmos e tanto fazia para comprar online ou nas lojas físicas das companhias.

Mardin

Lembre-se do seguro viagem!

Acima de tudo, saiba que o seguro viagem é obrigatório em uma viagem pela Europa. Porque na imigração eles podem solicitar o seguro e caso você não tenha isso poderá impedi-lo de entrar em alguns países 😣

Por isso nossa sugestão é fazer uma boa busca através da Segurospromo, um site que compara preços e te apresenta uma série de opções de seguro, aí é só escolher a melhor opção para seu tipo de viagem. Todavia, ao utilizar nosso código CASALWANDERLUST5 você ainda ganha 5% de desconto na hora! Por isso faça já sua cotação clicando aqui.

Viajar pelo Curdistão é seguro?

Antes de mais nada gostaria de te dizer que este post não é um incentivo. Ele é apenas o relato de nossa viagem por esta região do mundo. E esta, infelizmente, é uma área de conflitos e por isso vira e mexe “o bicho pega” por essas bandas. Por isso nós pesquisamos muito antes de ir.

Os curdos são uma etnia originária do Oriente Médio e calcula-se que existam cerca de 30 milhões de curdos espalhados pelo mundo. Eles já fizeram parte do Império Turco-Otomano, mas depois da Primeira Guerra Mundial eles não receberam um território para constituir um país independente. Por isso lutam constantemente por esta independência.

Entretanto, além de lutar por um território autônomo, os curdos estão na linha de frente da guerra contra o Estado Islâmico. Por isso meu amigo, como você pode ver, a “treta” é grande.

Por onde nós passamos

Nós passamos pelas cidades de Şanlıurfa, Mardin e Van. Não tivemos nenhum problema com segurança durante o período em que lá estivemos. Ao contrário, fomos super bem recebidos e experimentados os melhores cafés da manhã das nossas vidas.

Entretanto é interessante que você pesquise bem antes de viajar pela região. Por isso nós temos um amigo para indicar, já que ele nos ajudou demais, o Danniel Oliveira. O Danni já morou no Curdistão e tem dicas incríveis de toda a região. Por isso é à ele que nós recorríamos na hora de tirar dúvidas e para saber se a região estava tranquila e segura.

Clique aqui para acessar o Instagram do Danniel, ele é um amor e está sempre disposto a ajudar.

Espero que este post tenha lhe ajudado a planejar sua viagem pela Turquia. Aproveite e veja também:

🌍 Acompanhe nossa viagem de volta ao mundo através de nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/casalwanderlustoficial

Deixe uma resposta