O que fazer em Shiraz – no Irã – Incluindo Persépolis

Planejando uma viagem pelo Irã? Então veja neste post O que fazer em Shiraz, a segunda cidade que visitamos nestes 20 dias viajando pelo país mais acolhedor do mundo.

Não, não é exagero. E não, este não é um post patrocinado. É minha opinião sincera sobre a maravilhosa hospitalidade Persa. Só quem já esteve no Irã para saber como o seu povo é gentil e acolhedor.

O que fazer em Shiraz

O que fazer em Shiraz

Vou começar pelas atrações que ficam mais distantes da cidade, já que para visitá-las será necessário juntar-se a um tour ou pagar por um táxi privativo.

Entretanto, saiba que as demais atrações de Shiraz poderão ser facilmente visitadas a pé, sem gastar nada, do jeitinho que a gente gosta! Vem ver que legal.

Persépolis 

Persépolis, o mais impressionante e famoso sítio arqueológico da Pérsia, foi o primeiro lugar que visitamos quando estivemos em Shiraz.

Egípcios, sírios, babilônios e etíopes passaram por esta cidade que guarda mais de 2.500 anos de história. Além disso, você sabia que em seus tempos gloriosos Persépolis era coberta de ouro e de metais preciosos? Pois é! Imagine!

Mas mesmo assim, a capital deste império tão poderoso, que cobria uma vasta região que ia da Índia ao Egito, sucumbiu ao avanço de Alexandre, o Grande, em 331 a.C.

Persepolis

Por isso, do que ainda está de pé, o portão de Xerxes é uma das atrações principais de Persépolis. São duas colunas gigantes, decoradas com seres metade homem, metade touro, e que serviam para sustentar uma imensa porta de madeira que existia por ali.

Persepolis

Persépolis hoje em dia se resume a ruínas, é verdade. Mas graças ao avanço tecnológico, você conseguirá ter uma bela ideia de sua grandiosidade através de óculos de realidade virtual que podem ser alugados ali na hora. Eu achei incrível!

Persepolis
Persepolis
Persepolis
O que fazer em Shiraz
Persepolis

Como chegar: nossa amiga iraniana nos levou até lá. Mas você encontra tours para Persépolis por 20 euros, alguns deles até incluindo outras atrações de Shiraz, como o Pink Lake, por exemplo.

Quanto custa: a entrada para o Persépolis custa IRR 200.000,00 (USD 1.70).

Mahaloo Lake – Pink Lake

Normalmente os tours para Persépolis incluem uma passada pelo Pink Lake. Mas caso a visitação não esteja incluída, faça questão de dar um jeito de ir até lá. Olha que coisa mais linda!

Entretanto, existe época certa para ver o Lago Rosa, já que água do lago normalmente evapora até o final do verão. Mas no meio do verão, quando faz um calor lascado, a água do lago fica super rosada, resultado da alta porcentagem de algas cor-de-rosa que ficam dentro do lago.

Pink Lake
Pink Lake
Pink Lake

Deserto de Sal de Shiraz

Ali do ladinho do Pink Lake também fica o Deserto de Sal de Shiraz. Mas quem é que vai querer saber de deserto de sal quando o concorrente que mora ao lado é de um tom de pink absurdo e rende paisagens de tirar o fôlego!? Né não?

Como chegar: nossa amiga iraniana nos levou. Mas você encontra tours para Persepolis por 20 euros, incluindo algumas outras atrações de Shiraz.

Quanto custa: a entrada é gratuita.

Nasir al-Muque – Pink Mosque

A segunda atração turística mais visitada de Shiraz te convida a sair mais cedo da cama. Isso porque o melhor horário para visitar a Pink Mosque é entre às 8h até às 10 da manhã.

É logo pela manhã quando os raios de sol entram pelos vitrais e conferem à mesquita esse colorido absoluto. De fato é uma das coisas mais lindas de se ver na cidade. Mas quando estivemos por lá tinha uma excursão de turistas se acotovelando para tirar fotos e nós acabamos saindo de lá com raiva…rs.

o que fazer em shiraz
O que fazer em Shiraz – Pink Mosque

Além disso, não é só o interior da Pink Mosque que é lindo, olha só a parte de fora que espetáculo. E tinha bem menos gente, graças a Allah!

O que fazer em Shiraz - Pink Mosque
O que fazer em Shiraz – Pink Mosque

Como chegar: pegamos um Snapp para ir até lá.

Quanto Custa: a entrada para a Pink Mosque custa IRR 300.000,00 (USD 2.50). 

Narenjestan Garden 

O Narenjestan Garden, também chamado de Qavam House, é um refúgio para os dias de calor, especialmente depois de você ter torrado debaixo do sol em Persépolis.

A casa preserva a elegância e o refinamento que as famílias da classe alta desfrutavam no século XIX. Hoje é um museu aberto a visitação e que está lá para te lembrar de como deve ser maravilhoso ser rico e sem limites…hahaha.

O que fazer em Shiraz
O que fazer em Shiraz – Narenjestan Garden
O que fazer em Shiraz
O que fazer em Shiraz – Narenjestan Garden

Como chegar: fomos andando da Pink Mosque até lá. 

Quanto custa: : a entrada custa IRR 200.000,00 (USD 1.70) por pessoa.

Madrasa Khan College

Nós passamos pela Madrasa Khan College porque ela ficava bem no caminho da Mesquita Shah Cheragh, que era nosso próximo destino. Mas eu não achei que valeu a pena pagar para entrar não, especialmente porque o interior da Madrasa estava em reforma e o jardim, característico desde tipo de construção, também não era nada demais.

O que fazer em Shiraz
O que fazer em Shiraz – Madrasa Khan College

Como chegar: fomos andando do Natanjestan-e Qavam Garden até lá, super pertinho.

Quanto custa: a entrada custa IRR 50.000,00 (USD 0.40) para visitar só a parte baixa ou IRR 100.000,00 (USD 0.80) para visitar o rooftop, que na minha opinião não vale a pena não.

Shah Cheragh Mosque

Uma das mesquitas mais lindas de Shiraz. Mas também uma das mais sagradas. Por isso existem visitas guiadas específicas para não-muçulmanos e para entrar no complexo mulheres precisam usa o Chador, esse vestidão aí da foto abaixo.

o que fazer em shiraz
Shah Cheragh Mosque

Como chegar: : fomos andando da Madrasa até lá.

Quanto custa: a entrada para a mesquita é gratuita.

Vakil Bazaar

Um mercado bem pequeno mas que é um ótimo lugar para comprar tapetes e lenços, caso você goste.

Como chegar: fomos andando da Mesquita até lá.

Quanto custa: a entrada é gratuita.

Vakil Mosque 

Mais uma mesquita. Pois é! Prepare-se para visitar um monte delas em sua viagem pelo Irã.

Você irá notar o trabalho com azulejos em outras mesquitas de Shiraz, mas é na Vakil Mosque onde você verá um dos melhores.

Eu entrei sozinha nesta mesquita porque Lázaro já estava cansado delas. Gostei muito do que vi. Especialmente porque não tinha mais ninguém por lá, e eu bem que adoro esses momentos de paz ☺️

O que fazer em Shiraz
O que fazer em Shiraz – Vakil Mosque
O que fazer em Shiraz - Vakil Mosque
O que fazer em Shiraz – Vakil Mosque
O que fazer em Shiraz
O que fazer em Shiraz – Vakil Mosque

Como chegar: fomos andando até lá, ela fica logo na saída do Bazaar.

E quanto custa: a entrada custa IRR 200.000,00 (USD 1.70) por pessoa.

Karim Khan Citadel

É do lado de fora da Karim Khan Citadel onde fica o queridinho letreiro de Shiraz. Digo “queridinho” porque via de regra sempre tem algum iraniano tirando selfies por ali. E eu, que não sou besta nem nada, tirei um monte de fotos dele também.

Construída como parte de um complexo durante a dinastia Zand e utilizada como prisão no passado, atualmente a Cidadela de Shiraz é um museu operado pela Organização do Patrimônio Cultural do Irã.

Karim Khan Citadel

Como chegar: fomos caminhando até lá, fica pertinho da Vakil Mosque.

Quanto custa: a entrada custa IRR 200.000,00 (USD 1.70) por pessoa.

Ali Ibn Hamzeh Holly Shrine

Outra mesquita onde desta vez só Lázaro entrou. Percebeu que nós ficamos revezando, né? Ele disse que o interior é belíssimo! Mas que não vale se desviar de seu caminho só para passar por ali não…rs.

Sim, sinceridade nós vemos bastante por aqui!

O que fazer em Shiraz – Ali Ibn Hamzeh Holly Shrine

Como chegar: fomos caminhando até lá.

Quanto custa: a entrada é gratuita.

Azadi Park

Perto do Azadi Park tem um restaurante bem gostoso para almoçar (sorry mas não anotei o nome). Nós almoçamos por ali e seguimos caminhando pelo parque, que é super bonitinho e bem cuidado.

Azadi Park

Como chegar: pegamos um Snapp até lá. A corrida custou IRR 50.000,00 (USD 0.40).

Quanto custa: a entrada é gratuita.

Eram Garden

O Eram Garden figura a lista de Patrimônios da Unesco, mas sinceramente eu não achei que vale a pena não 😬

Contudo, eu acho que você deve incluí-lo em seu roteiro por Shiraz para que você possa tirar suas próprias conclusões.

Eram Garden

Como chegar: pegamos um Snapp do Azadi Park até lá. A corrida também custou IRR 50.000,00 (USD 0.40).

Quanto custa: a entrada para o Eram Garden custa IRR 200.000,00 (USD 1.70).

Quran Gate

Nós fomos até o Quran Gate no fim do dia, quando ele fica lindamente iluminado.

O que fazer em Shiraz
Quran Gate

Como chegar: fomos caminhando até lá.

Quanto custa: a entrada é gratuita.

Mausoléu de Hafez

E a última atração que nós visitamos em Shiraz foi o Mausoléu de Hafez, um monumento em memória ao famoso poeta lírico e místico persa, Hafez, que nasceu na cidade.

Veja mais sobre a história de Hafez clicando aqui.

Mausoleum of Hafez

Como chegar: fomos caminhando até lá.

Quanto custa: a entrada é gratuita.

O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO em uma viagem para o Irã!

Além de ser obrigatório e muitas vezes exigido na imigração, o Seguro Viagem ainda te garante uma trip sem preocupações, já que ele te dá cobertura até se a sua mala for extraviada. Uma super mão na roda!

E não é caro, gente! Tem seguro por valores irrisórios, menos de R$ 80,00 para uma viagem de 10 dias. Clique AQUI para obter sua cotação com DESCONTO. Ou clique no link abaixo ⤵️

Por isso nossa sugestão é fazer uma boa busca através da Segurospromo, um site que compara preços e te apresenta uma série de opções. Além disso, ao utilizar nosso código CASALWANDERLUST5 você ainda ganha 5% de desconto na hora! Faça já sua cotação clicando aqui ou no link abaixo:

Como se locomover em Shiraz

Em Shiraz nós andamos muito a pé. Mas também usamos o metrô, que aliás, foi inaugurado a pouco tempo. Além disso, as corridas custavam em média IRR 1.500,00, que equivale a míseros USD 0.10. Os vagões são parecidos com os do metrô de São Paulo, tem ar condicionado e é super fácil de usar, já que você também encontra os nomes das estações em inglês e, via de regra, tem sempre alguém nos guichês que se vira no inglês para te ajudar.

Entretanto, o Snapp (uma espécie de Uber do Irã) também nos ajudou muito. Contudo, a parte ruim é que o APP do Snapp só está disponível para o sistema Android, você ainda não encontra o APP na Apple Store. Mas tem um jeitinho de baixar o aplicativo no seu iPhone também, óia que beleza!!! Basta clicar aqui para ver o passo-a-passo.

Melhor época para visitar Shiraz

Se você puder planejar, programe-se para visitar o Irã entre os meses de março e abril, quando as temperaturas são amenas e os dias são bonitos.

Contudo, nem sempre é possível programar a viagem de acordo com o clima no país que a gente quer visitar, né gente? Por isso nós acabamos indo parar no Irã no pior mês possível, em agosto, em pleno verão.

Nossos dias foram um pouco sofridos, mas conseguimos aproveitar bastante mesmo assim. Por isso, se você também acabar visitando o Irã no verão, as principais dicas que eu poderia te dar são estas:

Acorde cedo, aproveite para conhecer as atrações pela manhã. Se possível fique na rua até às 12h ou 13h e volte para o conforto do ar condicionado de seu hotel. Ai, após às 16h, você pode sair para passear de novo e aproveitar até tarde da noite, se quiser.

Isso porque no verão as lojas e até os cafés fecham durante à tarde (quem aguenta o calorão!?), reabrem por volta das 17h e seguem abertos até tarde da noite. Por isso as famílias iranianas aproveitam as noites mais frescas para fazer piqueniques nos parques. 

Além disso, você pode se programar para visitar os mercados e museus durante o período mais quente do dia, já que o ar condicionado dos museus e o frescor dos mercados ajudam demaaaais da conta.

➡️ Informações práticas para sua viagem pelo Irã, clique para ver mais.

Espero que este post possa lhe ajudar a planejar sua viagem pelo Irã. Aproveite e veja também:

Deixe um comentário

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram access token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram Access Token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.