Como se vestir no Irã – Dicas Úteis para não passar aperto

Como se vestir no Irã – O Irã é um dos poucos países no mundo que ainda adotam a teocracia como sistema de governo. As regras são impostas pelos líderes religiosos com base na xária (ou sharia), o conjunto de normas islâmicas baseados no Alcorão e que ditam as regras de como as pessoas devem se comportar. Além disso, a xária também determina um código de vestimenta específico, e que no Irã é imposto por lei. Um dress code forçado que faz com que você tenha que estar um tanto preparado para visitar o país, para não passar sufoco e nem ter problemas.

Por isso, pensando especialmente nas mulheres que pretendem viajar para o Irã, eu escrevo esse post com dicas mega úteis que podem ajudar na hora de fazer a mala (ou a mochila), para mostrar como foram os meus dias viajando por lá e como eu me virei com as roupas que eu já tinha.

como se vestir no Irã
Como se vestir no Irã

Como se vestir no Irã 

Desde a revolução islâmica de 1979 que todas as mulheres no Irã, incluindo estrangeiras, são obrigadas por lei a usar roupas folgadas para disfarçar suas formas. Além disso, e a pior parte na minha opinião, é que elas também são obrigadas a cobrir os cabelos, o colo, os braços e as pernas. 

Este código de vestimenta é conhecido como Hijab, palavra de origem árabe que traduzida ao pé da letra significa “cobertura”. É um termo que se refere em geral a roupas “modestas”, que permitam a “privacidade” e a “moralidade” (ái que preguiça!), de acordo com o Islã. Entretanto o nome Hijab também é usado para se referir especificamente ao lenço que serve para cobrir a cabeça, por isso nesta leitura você vai ver muito esse nome curioso.

O Irã é um dos únicos países no mundo onde, por lei, todas as mulheres são obrigadas a usar o Hijab, porque se eu não me engano na Arábia Saudita o uso para estrangeiras é opcional. Se quiser você pode ver aqui a matéria do The Economist falando sobre quando a Michele Obama esteve por lá sem véu, linda, formosa e toda colorida. Mas no Irã a situação é outra…

como se vestir no irã
Como se vestir no Irã

Quais roupas devo usar no Irã 

Vamos começar pelo que não pode. Roupas curtas, que mostrem o colo, os braços, as pernas e que marquem as curvas do corpo são proibidas. Além disso, para as linhas mais conservadoras, até colocar os óculos de sol na cabeça (por cima do Hijab) não é algo visto com bons olhos, embora quase todas as mulheres façam no dia a dia.

Entretanto, como falarei melhor mais abaixo, as regras para as estrangeiras não costumam ter o mesmo peso que tem para as iranianas. Por isso na hora de fazer a mala você pode aproveitar peças que você já tem aí, no seu guarda-roupas. Veja abaixo a lista do que você poderá usar livremente no Irã e quais itens você deverá evitar:

Como se vestir no Irã

Roupas que você pode usar no Irã 

  • Calças largas – coloridas ou de uma única cor
  • Trench Coats – casacos larguinhos e soltos, de material leve ou pesado
  • Batas ou Camisas largas – de manga comprida ou pelo menos até o cotovelo
  • Lenços – de qualquer cor 
  • Calças Leggings e Jeans – desde que cobertas com uma blusa comprida
  • Vestidos longos que não marquem o corpo
  • Sandálias
  • Chinelos
  • Maquiagem 
  • Esmalte
  • Manto – vendidos em todas as cidades do Irã, em todas as lojas e mercados. O manto, ou “manteau” é uma mistura de camisão e jaqueta, com corte mais largo e reto para colocar por cima de qualquer roupa, tem de várias cores, de vários tecidos, são lindos e você encontra por preços irrisórios.
Esse manto amarelo e LINDO custou só USD 5.00
como se vestir no Irã
Como se vestir no Irã – Mantos

Roupas que você não pode usar no Irã 

  • Calças justas sem nada por cima cobrindo a bunda
  • Blusas de alcinha, decotadas ou transparentes
  • Saias ou shorts curtos
  • Vestidos justos ou curtos

Todas as iranianas seguem a regra?

Seguem, né? É isso ou cadeia meu povo! Contudo, enquanto muitas iranianas mantém a tradição até mesmo dentro de casa, outras usam o véu bem no meio da cabeça, num sinal de quem quer demonstrar que está mesmo é de saco cheio. E esse movimento é bem nítido, especialmente em cidades maiores, como Teerã.

Por isso durante sua viagem pelo Irã você verá muitas mulheres, especialmente meninas mais jovens, com o véu praticamente caindo da cabeça. E eu super entendo! Imagine que inferno você passar a vida inteira obrigada a se vestir como o Estado espera que você se vista!? 😳

Além disso, pelas ruas você verá uma série de lojas vendendo vestidos, shorts e saias bem curtinhos, assim como blusinhas de alcinha, biquínis e toda variedade de roupas “normais”. Isso porque durante viagens, dentro de casa e em jardins e festas particulares (escondidos dos olhos do Estado) as mulheres ainda se vestem como querem.

E quem não usar o Hijab?

Iranianas que se recusarem a usar o Hijab, se abordadas pela polícia dos bons costumes, pagam uma multa, podem pegar até 6 meses de cadeia 😳 ou até ainda uns tapas – como aconteceu com uma moça recentemente – veja o vídeo em uma matéria da BBC clicando aqui.

Entretanto estrangeiras não costumam enfrentar a mesma rigidez nesse quesito. Aliás, se vc usar o Hijab, mesmo que não cubra todo o cabelo, ninguém lhe encherá o saco. Só é preciso cobrir a cabeça assim que colocar os pés no país, seja em um dos aeroportos ou cruzando fronteiras terrestres.

A regra é: chegou no Irã, cobriu a cabeça!

Como se vestir no Irã

Mas, como eu sempre costumo dizer, visitar um país é como visitar a casa de um amigo, e neste caso quem dita as regras é o anfitrião. Né!? Cabe a nós, visitantes, seguir as regras.

O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO em uma viagem para o Irã!

Além de ser obrigatório e muitas vezes exigido na imigração, o Seguro Viagem ainda te garante uma trip sem preocupações, já que ele te dá cobertura até se a sua mala for extraviada. Uma super mão na roda!

E não é caro, gente! Tem seguro por valores irrisórios, menos de R$ 80,00 para uma viagem de 10 dias. Clique AQUI para obter sua cotação com DESCONTO. Ou clique no link abaixo ⤵️

Por isso nossa sugestão é fazer uma boa busca através da Segurospromo, um site que compara preços e te apresenta uma série de opções. Além disso, ao utilizar nosso código CASALWANDERLUST5 você ainda ganha 5% de desconto na hora! Faça já sua cotação clicando aqui ou no link abaixo:

Tem mulheres que gostam de usar o Hijab?

Claro que tem! Uma boa parcela da população, aliás. Mulheres religiosas que adotam o Hijab por conta da religião, porque se sentem bem e são felizes assim.

Eu já visitei países como o Egito, a Malásia, Indonésia, Singapura e alguns outros de maioria muçulmana. Conheci e conversei com muitas mulheres e te digo com propriedade: muitas usam o Hijab porque querem e porque gostam. E tudo bem! O difícil de digerir, especialmente para mim, é a essa imposição através da lei.

Recentemente 3 iranianas foram até o metrô do Teerã sem o Hijab e começaram a entregar rosas para as mulheres que estavam com o véu, num sinal de protesto e dizendo que “lutavam pelo direito de escolha de usá-lo ou não”. O vídeo viralizou no mundo inteiro no dia internacional da mulher e, por conta disso, as 3 mulheres foram presas e juntas condenadas a mais de 50 anos de prisão. Se quiser você pode ver a matéria completa clicando no link aqui.

Como eu me senti

Bom, eu normalmente não uso roupas muito curtas no dia a dia e até acho que mais pano ajuda a proteger a pele do sol “de rachar mamona”. Mas daí a ter a obrigação de usar mangas compridas, roupas folgadas e o Hijab já são outros 500, né?

Me lembro que em países como Turquia, Malásia, Índia e etc., onde para visitar algumas mesquitas o uso do Hijab era necessário, eu tirava fotos com ele e até gostava. Mas tudo muda quando o uso é imposto. E muda mais ainda quando é verão e você sua feito louca debaixo daquele pano todo. Por isso tudo eu te digo com toda sinceridade que eu achei um saco!

Entretanto, visitar o Irã foi uma escolha minha e por isso eu sabia exatamente como teria que me portar e o que teria que vestir. Levei calças largas que tinha comprado na Índia, algumas batas de algodão e de manga comprida e dois lenços bem leves e não tão quentes. Assim me virei bem durante os dias que passamos no país. 

Além disso confesso que o calor era tanto (visitamos o Irã em pelno mês de agosto) que em determinados momentos eu até gostava de ter o véu protegendo o meu pescoço do sol. 

Ademais, dentro da imposição do uso do Hijab eu descobri a liberdade de não me preocupar com o cabelo sujo, já que o véu escondia tudo mesmo… É olhar o lado positivo que fala!?

Meu cabelo aí debaixo já estava pedindo água tinha 3 dias…hahaha

Posso usar maquiagem no Irã?

Pooooode! E use! Porque as iranianas sabem bem como usar delineadores e rímel para deixar os olhos bem marcados. 

Além disso, essa história de não poder usar maquiagem é pura lenda, já que você poderá ver iranianas bem maquiadas e até com sobrancelhas reforçadas com tatuagem de henna.

E roupas coloridas?

Ohhh gente, eu sou uma árvore de natal ambulante, né? Já viu as fotos no nosso Instagram? Por isso te pergunto: você acha que no Irã eu fui diferente!? Hahahaha.

Contudo confesso que senti alguns olhares curiosos em algumas cidades, especialmente em mas acho que foi só por conta das combinações desastrosas das minhas cores mesmo. Mas não por estar colorida. 

Você verá muitas mulheres com o Hijab bem colocado ou com o Chador e trajes pretos. Mas você também verá que a maioria das mulheres usa calça jeans e blusinha, só que por cima elas usam o manto. Que eu achava bem bonito, aliás.

Meu manto amarelo de USD 5.00

Como era antes da revolução islâmica de 1979?

Assim como no Afeganistão, antes da revolução islâmica de 1979 as mulheres se vestiam como bem queriam.

Eu poderia dedicar bons parágrafos aqui para explicar como foi a revolução e o que mudou no Irã como um todo. Mas prefiro deixar esse vídeo curtinho e super explicativo com um resumo bem bacana, olha:

Espero que este post possa lhe ajudar. Aproveite e veja também:

Deixe um comentário

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram access token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram Access Token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.