O que fazer em Mandalay e arredores – Roteiro de 3 dias

Mandalay é a antiga capital real do Myanmar. Foi nosso segundo destino no país e confesso que nos surpreendemos bastante, tanto com a cidade em si quanto com as atrações que visitamos nos arredores. Por isso, veja neste post o que fazer em Mandalay incluindo dicas práticas que poderão lhe ajudar.

Um dia foi suficiente para explorarmos as atrações de Mandalay, mas também fizemos dois passeios pelos arredores da cidade que, em nossa humilde opinião, foi o ponto alto de nossa passagem pela segunda maior cidade do Myanmar.

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay

Onde se hospedar em Mandalay

Nós nos hospedamos no Apex Hotel em Mandalay. E olha, duvido que tivesse um hotel com melhor custo benefício na cidade.

Pagamos USD 40 por um quarto gigante, com piscina, um SUPER buffet de café da manhã e ainda com uma localização perfeita. Mas definitivamente o melhor do hotel é o Sky Bar, que fica no rooftop. Porque gente, eles vendem chopp por USD 1 e é um dos melhores lugares para ver o pôr do sol.

Hospedagem em Mandalay
Nosso quarto no Apex Hotel

Mas caso você queira ver outras opções de hotéis, veja a seleção que nós preparamos para você, basta clicar aqui. Lembrando que ao utilizar o Booking.com você pode efetuar suas reservas em reais (R$) fugindo assim do IOF. E em muitos casos é possível fazer o cancelamento gratuitamente, caso seja necessário.

O que fazer em Mandalay – Dia 1

No primeiro dia em Mandalay nós aproveitamos para explorar as atrações da cidade. Fizemos tudo caminhando e para as atrações mais distantes usamos tuk-tuks e táxis.

Mas já anota aí: uma maneira bem legal de explorar Mandalay é alugando uma bicicleta, especialmente porque o aluguel da bike custa super baratinho e pedalar pelas ruas planas entre uma atração e outra deve ser uma delícia. Considere isso em sua visita.

Mandalay Palace

Nossa primeira parada foi no Mandalay Palace. O último palácio construído no Myanmar e a última residência da realeza até 1885, quando a família real foi expulsa pelos britânicos.

Durante a Segunda Guerra Mundial o Mandalay Palace foi bombardeado e completamente destruído. Por isso, o que podemos ver hoje é apenas uma reconstrução feita na década de 90,  que representa a construção original datada entre os anos de 1857 e 1859.

Mandalay
O que fazer em Mandalay – Mandalay Palace

Dica Importante! Para entrar no Mandalay Palace você precisará deixar uma identificação na portaria. Pedem o passaporte, mas nós acabamos esquecendo o passaporte no hotel e deixamos a carteira de motorista do Lázaro. Ah! E não deixe de subir na torre de observação para ter uma vista panorâmica do local. Olha:

Mandalay
O que fazer em Mandalay – Vista do topo da torre no Mandalay Palace

Quanto custa: O ingresso para o Mandalay Palace custa MMK 10.000,00 por pessoa, que equivale a USD 6.50. Porém, este ingresso dá acesso a todas essas atrações listadas abaixo:

  1. Mandalay Palace – em Mandalay
  2. Atumashi Monastery – em Mandalay
  3. Golden Palace Monastery – em Mandalay
  4. Bagaya Monastery – em Inwa
  5. Mae Nu Oak Kyaung – em Inwa

Como chegar: vá de bicicleta, se puder. Não pelo preço, mas porque pedalar em lugares planos é bem legal, e Mandalay é toda plana. Do nosso hotel até lá pegamos um Grab que custou MMK 8.500,00, ou USD 5.50.

Kyauktawgyi Pagoda

Fomos caminhando do Mandalay Palace até a Kyauktawgyi Pagoda. Foi uma caminhada de 30 minutos mais ou menos.

Esta pagoda foi construída no século XIX e abriga uma imagem de Buda de 900 toneladas em seu interior. A imagem tem 26 metros de altura e foi esculpida em uma única pedra de mármore branco. Além disso, sua construção demorou três anos, de 1862 a 1865, e reza a lenda que foram necessários 10.000 homens e cerca de duas semanas para transportar o bloco de mármore do rio Ayeyarwaddy para o local onde a imagem está hoje.

Mandalay
O que fazer em Mandalay – Entrada para a Kyauktawgyi Pagoda

Quanto custa: a entrada para a Kyauktawgyi Pagoda é gratuita.

Como chegar: fomos caminhando até lá.

Sandamuni Pagoda

É na Sandamuni Pagoda onde fica a maior imagem de Buda (feita de ferro) de todo o Myanmar.

A mistura do dourado da pagoda com a base branca cria um lindo contraste. Sem contar que a vista para o Mandalay Hill é belíssima!

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Sandamuni Pagoda
O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Vista para Mandalay Hill

Quanto custa: a entrada para a Sandamuni Pagoda é gratuita.

Como chegar: fomos caminhando até lá.

Kuthodaw Pagoda

A Kuthodaw Pagoda faz parte da lista de Patrimônios Mundiais da Unesco desde 2013. O lugar é conhecido como o maior livro do mundo, por conta de 729 placas de mármore gravadas com ensinamentos budistas. São 729 santuários em torno da pagoda que abrigam as placas de mármore. As obras começaram em 1860 e demoraram 8 anos para terminar.

As placas eram gravadas com ouro. Entretanto, quando os britânicos tomaram Mandalay em 1885 todo o ouro foi roubado e o local vandalizado. Quando estes deixaram a cidade as obras de restauração começaram. O dinheiro veio de doações da população. Levou décadas até que toda a imponência da pagoda fosse recuperada. Mas hoje as placas em mármore possuem gravações em tinta comum, não mais em ouro como outrora.

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Kuthodaw Pagoda

Atumashi Monastery

O Atumashi Monastery já abrigou diversos tesouros em seu interior, inclusive uma imagem de Buda de 9 metros que continha um enorme diamante na testa, que desapareceu misteriosamente durante a ocupação britânica. Mas no fim, o próprio prédio acabou em cinzas durante um incêndio em 1890.

Entretanto, durante a década de 90 a área foi limpa e em cima do que havia restado este novo edifício foi construído. Contudo dizem que o prédio atual não lembra nem de longe a imponência de seu anterior. Mas ainda assim vale a visita.

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Interior do Atumashi Monastery

Quanto custa: a entrada para o Atumashi Monastery está incluída no ticket para o Mandalay Palace. Lembra dele?

Como chegar: fomos caminhando até lá.

Shwenandaw Monastery

Em frente ao Atumashi Kyaung fica o Shwenandaw Monastery, uma construção de madeira do século XIX.

O mosteiro é também chamado de Mosteiro do Palácio Dourado, porque costumava fazer parte do Palácio Real de Mandalay e era completamente dourado.

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Shwenandaw Monastery

Quanto custa: a entrada para o Shwenandaw Monastery também está incluída no ticket para o Mandalay Palace.

Como chegar: ele fica bem em frente ao Atumashi Monastery, é só atravessar a rua.

Pôr do sol na U Bein Bridge

Terminamos o dia na principal atração de Mandalay, a U Bein Bridge.

Mas já te adianto que andar em cima da ponte é um inferno! rs. Porque tem muita gente se empurrando (literalmente) e tumulto definitivamente não é a minha praia. Entretanto, de fato, o pôr do sol visto de lá é belíssimo!

Por isso, se você quiser fugir do tumulto, saiba que dá para ver o sol se pondo na parte de baixo da ponte ou fazer passeio de barco pelo rio também.

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – O sol de pondo na U Bein Bridge

O que fazer em Mandalay – Dia 2

Em nosso segundo dia em Mandalay nós fizemos um bate e volta para a região de Mingun e Sagaing.

Hsinbyume Pagoda

Para explorar os arredores de Mandalay nós optamos por alugar uma moto, falaremos mais abaixo. Fizemos uma viagem de 1h30m até Mingun. Nós demos essa volta porque decidimos ir de moto e a ponte que leva para o outro lado do rio, onde fica Mingun, fica longe. Contudo, pode-se ir a Mingun de ferry desde Mandalay. A viagem dura em torno de 15 minutos e custa super baratinho.

Nossa primeira parada foi na Hsinbyume Pagoda. A impressionante pagoda branca foi construída em 1816. Mas o que eu mais achei interessante é que sua construção foi dedicada à princesa Hsinbyume, que morreu no parto. Isso não te lembra algo? A história do Taj Mahal também é assim. Veja aqui.

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Hsinbyume Pagoda
O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Hsinbyume Pagoda

Quanto custa: o ingresso para todo o complexo de Mingun custa MMK 5.000,00, que equivalem a USD 3.30, e também dá direito às duas atrações mencionada na sequência.

Como chegar: alugamos uma moto para conhecer esta região. De Mandalay até a Hsinbyume Pagoda foi 1h30m de viagem.

Mingun Bell

Ali do lado está o Mingun Bell, um dos maiores sinos do mundo, com 90 toneladas.

E o bicho é grande mesmo, olha:

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Mingun Bell

Quanto custa: o ingresso para todo o complexo de Mingun incluía esta atração.

Como chegar: da pagoda anterior até aqui fomos caminhando por uns 5 minutos.

Mingun Pahtodawgyi Pagoda

Mais 2 minutinhos andando e chegamos na Pahtodawgyi Pagoda, um caixotão de tijolos enorme.

Entretanto, não há nada do lado de dentro, só uma estátua de Buda. Mas há relatos de que esta é a maior base de tijolos do mundo e que se tivesse sido terminada teria 150 metros e seria a maior pagoda do mundo. O projeto de construção parou no início pois surgiu uma profecia de que quando fosse terminado o país também desapareceria. E o rei, supersticioso como eu, não quis arriscar!

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Mingun Pahtodawgyi Pagoda

Quanto custa: o ingresso para todo o complexo de Mingun incluía esta atração.

Como chegar: do Mingun Bell até aqui fomos caminhando por uns 5 minutos.

Umin Thonze Pagoda

Mais 30 minutos de moto e chegamos na Umin Thonze Pagoda, que fica dentro de um templo budista. A vista é linda e tudo muito colorido e dourado.

Dentro da pagoda você poderá ver essas 45 estátuas de Buda. E antes de ir embora suba até o topo do templo para ter uma linda vista panorâmica da região de Sagaing.

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Umin Thounzeh Pagoda
O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Umin Thounzeh Pagoda

Quanto custa: a entrada é gratuita.

Como chegar: seguimos de moto das atrações de Mingun até aqui. Foi uma viagem de 30min.

Soon Oo Pon Nya Shin Pagoda

Já no caminho da roça, quer dizer, no caminho de casa, paramos na Soon Oo Po Nya Shin Pagoda.

O exterior já me impressionou pelas cores. Até o chão é colorido. E do lado de dentro há uma enorme estátua de Buda. Super bonita!

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Soon Oo Pon Nya Shin Pagoda

Quanto custa: a entrada é gratuita. Mas se quiser usar uma câmera fotográfica profissional tem que pagar uma taxa de MMK 300,00, que equivale a USD 0.20.

Como chegar: seguimos de moto da pagoda anterior até aqui. Foi uma viagem de 15min.

Kaunghmudaw Pagoda

Nossa última pagoda do dia. Ela estava em reformas, já que sua cúpula é toda dourada.

A Kaunghmudaw Pagoda possui formato de ovo, o que a diferencia de todas as demais pagodas do Myanmar que possuem formado piramidal. Além disso, do lado de fora tem várias barraquinhas. Por isso aproveitamos para fazer um lanche por ali.

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Kaunghmudaw Pagoda

Quanto custa: a entrada é gratuita.

Como chegar: seguimos de moto da pagoda anterior até aqui. Foi uma viagem de mais 15min.

O que fazer em Mandalay – Dia 3

No terceiro e último dia nós fizemos um bate e volta para  Inwa, também conhecida como Ava, e Amarapura. Além disso, este foi o dia mais interessante do nosso roteiro, na minha opinião.

Inwa Ancient City

O ingresso comprado no primeiro dia para o Mandalay Palace também inclui a entrada de duas atrações na região do sítio arqueológico de Inwa.

Saímos de moto às 11h da manhã em direção ao Bagaya Monastery, fomos dirigindo pela rodovia principal. A estrada era ótima, aliás. Nossa primeira parada depois de 1h foi nas ruínas do Lay Htat Gyi Monastery. Paramos ao acaso já que o lugar não aparece no mapa.

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Lay Htat Gyi Monastery

Quanto custa: só tiramos foto do lado de fora, mas o acesso é gratuito.

Como chegar: seguimos de moto de Mandalay até esta região. Dirigimos por 1h mais ou menos.

Nogatataphu Pagoda

Depois paramos na Nogatataphu Pagoda, que tinha uns macacos desenhados na cúpula dourada. Tentei pesquisar mais sobre esta pagoda mas não encontrei informações relevantes.

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Nogatataphu Pagoda

Quanto custa: o acesso é gratuito.

Como chegar: seguimos da atração anterior até aqui com a moto por uns 10 minutos.

Bagaya Monastery

O Bagaya Monastery é uma das atrações mais famosas da região de Inwa. Ele é famoso pelos pilares de madeira maciça utilizados em sua construção.

Será que é pecado dizer que eu achei meio “sem graça”!? 😬

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Bagaya Monastery

Quanto custa: o ingresso para o Mandalay Palace dá acesso a esta atração.

Como chegar: seguimos da atração anterior até aqui com a moto por uns 5 minutos.

Watch Tower – Nan Myint Tower

De lá seguimos o Maps.Me até a Torre Nan Myint, a única estrutura sobrevivente do palácio real do rei Bagyidaw.

O que fazer em Mandalay – Nan Myint Tower

Quanto custa: o acesso é gratuito.

Como chegar: seguimos da atração anterior até aqui com a moto por uns 10 minutos.

Maha Aung Mye Bonzan Monastery

O Mosteiro Maha Aung Mye Bonzan foi construído em 1818 e amplamente danificado em março de 1839 pela série de terremotos que atingiu Inwa e regiões vizinhas, provavelmente resultando em seu abandono. Foi restaurado em 1873, assumindo essencialmente a forma que mantém até hoje.

Mas o mosteiro foi construído como uma réplica em tijolo de mosteiros típicos de madeira da época. Hoje o mosteiro não é mais habitado, mas é mantido em boas condições.

O que fazer em Mandalay – Maha Aung Mye Bonzan Monastery

Quanto custa: o ingresso para o Mandalay Palace dá acesso a esta atração.

E ali do ladinho do Monastério tem uma Pagoda super bonita. Eu não descobri o nome e não achei nem no mapa. Olha:

Quanto custa: o ingresso para o Mandalay Palace dá acesso a esta atração.

Mahamuni Pagoda

Nosso último templo visitado foi a Mahamuni Pagoda, um dos locais de peregrinação budista mais importantes do Myanmar.

O templo foi construído em 1785 e abriga uma estátua de Buda Mahamuni, uns dos mais referenciados em todo o Myanmar. Foi de fato o local onde mais vimos peregrinos meditando e fazendo suas orações e oferendas.

O que fazer em Mandalay – Mahamuni Pagoda

Quanto custa: o acesso é gratuito. Mas paga-se uma taxa para usar a câmera fotográfica.

Como chegar: paramos na Mahamuni Pagoda na volta para o hotel.

Climb Mandalay Hill Sunset

Se você tiver disposição você pode subir o Mandalay Hill para assistir ao pôr do sol. Mas, uma boa opção para quem estiver cansado é curtir o momento no Sky Bar, que fica no topo do Hotel Apex.

Além disso, o bar vende chopp por USD 1 e ainda oferece porções de amendoim de graça. Advinha qual dos dois nós escolhemos para terminar o dia!? 😆

Pôr do sol Sky Bar no Hotel Apex Mandalay

Como se locomover

As atrações de Mandalay são um tanto distantes umas das outras. Por isso uma bicicleta é uma opção super bacana. Nós fomos andando entre uma atração e outra, mas confesso que a bike teria sido uma boa pedida.

Mas alugar uma moto foi a melhor coisa que fizemos para explorar os arredores de Mandalay, especialmente porque o litro de gasolina custa MMK 850,00, que equivale a míseros USD 0.50.

Além disso, o aluguel da moto custa em média MMK 15.000,00, ou USD 10 por dia. Mas nós pagamos MMK 10.000,00, ou USD 6.50. E vou deixar aqui o contato do Tim, que alugou a moto para nós, caso você queira alugar a moto com ele também: +95 942 113 0276.

Como ir de Yangon para Mandalay

Nós fomos de ônibus de Yangon para Mandalay.

➡️ Veja nesse post como foi a viagem de ônibus de Yangon para Mandalay.

O que fazer em Mandalay
O que fazer em Mandalay – Ônibus de Yangon para Mandalay

Como ir de Mandalay para Bagan

Para ir de Mandalay para Bagan nós pegamos um micro-ônibus. Pagamos MMK 9.000,00 pela passagem, que equivale a USD 6. A viagem de Mandalay para Bagan durou 4 horas.

Nós compramos o bilhete no nosso hotel, o Apex Hotel Mandalay. O valor foi o mesmo que vimos em agências espalhadas pela cidade e ainda incluía o transporte até a estação de onde saia o micro-ônibus.

Como se vestir

As principais atrações de Mandalay são templos e pagodas, ou seja, monumentos religiosos onde as pessoas vão para meditar e fazer suas orações. São lugares sagrados onde mostrar demais o corpo pode ser visto como falta de respeito. Por isso existe um dress code:

Mulheres – blusas regata, tomara que caia (ou com decotão), saias e shorts curtos não são bem-vindos;

Homens – em alguns templos o Lázaro pôde entrar com uma bermuda com comprimento abaixo dos joelhos, em outros não. Camiseta regata também não pode.

Mas a maioria dos templos empresta um tecido para você cobrir o corpo, caso esteja com uma roupa inadequada. Entretanto, se você quiser andar precavido, coloque uma canga na bolsa/mochila, ela servirá como lenço para cobrir os ombros e como saia longa para cobrir as pernas.

Outra dica bacana: você vai precisar tirar o sapato para entrar em TODOS os templos. Por isso vá de chinelo que será bem mais prático, já que não pode entrar nem de meias nos templos.

Melhor época para visitar Mandalay

A melhor época para visitar Mandalay é o período entre novembro e  e fevereiro, quando o clima está mais seco e ainda não tão quente. Os meses de março e abril trazem temperaturas mais elevadas.

Nós estivemos em Mandalay em fevereiro e achamos o clima perfeito, com dias de sol e céu azul. Mas a humidade relativa do ar estava bem baixa, por isso para ajudar na hora de dormir eu colocava uma toalha molhada do lado da cama.

Não se esqueça do Seguro Viagem!

Além de ser obrigatório em muitos países e exigido na imigração, o Seguro Viagem ainda te garante uma trip sem preocupações, já que ele te dá cobertura até se a sua mala for extraviada. Uma super mão na roda!

E não é caro, gente! Tem seguro por valores irrisórios, menos de R$ 80,00 para uma viagem de 10 dias. Clique AQUI para obter sua cotação com DESCONTO. Ou clique no link abaixo ⤵️

Por isso nossa sugestão é fazer uma boa busca através da Segurospromo, um site que compara preços e te apresenta uma série de opções. Além disso, ao utilizar nosso código CASALWANDERLUST5 você ainda ganha 5% de desconto na hora! Faça já sua cotação clicando aqui ou no link abaixo:

Esperamos que tenha gostado. Aproveite e veja também:

🌍 Acompanhe nossa viagem de volta ao mundo através de nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/casalwanderlustoficial

Salve no Pinterest para ler mais tarde:

Deixe um comentário

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram access token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram Access Token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.