Um casal em uma viagem de volta ao mundo!

Mochilão de 2 dias em Singapura – Roteiro, dicas e GASTOS

Singapura é um país caro, caríssimo”. Essa era a ideia que nós tínhamos quando decidimos pegar um ônibus na Malásia para ir até lá. E de fato o pais é bem caro. Mas não se assuste. Nós descobrimos como economizar e montamos um roteiro de 2 dias para te ajudar a conhecer Singapura sem ter que gastar uma fortuna.

Gardens By The Bay

Onde se hospedar em Singapura

Afim de economizar, desta vez nós escolhemos um hostel com camas em quartos compartilhados. Nós ficamos no Campbell Inn. Pagamos USD 12,00 por cama em um quarto com 8 camas. Achamos o hostel super bacana, localizado na Little India e pertinho do metrô. Ah, e ainda incluía café da manhã na diária.

Mas caso você não queira se hospedar em um hostel, veja a seleção de hotéis que nós preparamos para você, basta clicar aqui. Lembrando que ao utilizar o Booking.com você pode efetuar suas reservas em reais (R$) fugindo assim do IOF. E em muitos casos é possível fazer o cancelamento gratuitamente, caso seja necessário.

Campbell Inn Hostel

O que fazer em Singapura

Singapura, ou Cingapura (já que são aceitas as duas versões), é uma cidade-estado que fica ao sul da Malásia. A cidade é um centro financeiro multicultural que atrai turistas e imigrantes de todo o globo.

São diversas as atrações que a cidade tem a oferecer, sendo que muitas delas são gratuitas. Olha que maravilha!  Veja abaixo tudo que nós conseguimos visitar em 2 dias.

singapura

Roteiro Singapura – Dia 1

The Buddha Tooth Relic Temple and Museum

Quando estivemos no Sri Lanka nós vimos que a principal atração turística da cidade de Kandy era o Templo do Dente do Buda. Era meio caro para entrar e nós deixamos para ver o mesmo tipo de templo aqui em Singapura. E olha… que sábia decisão a nossa.

Além da entrada ser gratuita, pelas fotos que vimos, o Templo do Dente do Buda de Singapura é MUITO mais bonito!

singapura

The Buddha Tooth Relic Temple

singapura

The Buddha Tooth Relic Temple

O templo possui esse nome porque ele guarda uma relíquia que acreditam ser um dente do próprio Buda. O dente fica em um altar principal do templo onde fotos não são permitidas e ele só é mostrado ao público em cerimônias especiais.

Mas mesmo sem ver o tal dente de perto saiba que a visita vale super a pena. O templo é enorme, composto por vários andares e salas. Reserve pelo menos umas 2 horas para ver tudo com calma.

Singapura

The Buddha Tooth Relic Temple

Singapura

The Buddha Tooth Relic Temple

Como chegar: a estação de metrô mais próxima é a estação Chinatown MRT Station.

Quanto custa: a entrada é gratuita.

Singapore Botanic Gardens

O Jardim Botânico de Singapura, fundado em 1859, é o único jardim tropical do mundo a ser considerado Patrimônio Mundial da Unesco.

singapura

Singapore Botanic Gardens

Nós estivemos por lá em um dia chuvoso e cinza, mas imagino que com sol deve ser espetacular passar umas boas horas percorrendo o jardim. Tem vários lugares cobertos para fazer piquenique. Uma ótima pedida!

singapura

Singapore Botanic Gardens

Como chegar: a estação de metrô mais próxima é a estação Botanic Gardens MRT Station.

Quanto custa: a entrada é gratuita.

Singapore Flyer – Roda Gigante

Sabe a London Eye? A enorme Roda Gigante lá de Londres? Tem uma parecida em Singapura, só que maior.  A Singapore Flyer tem 165 metros, enquanto a London Eye possui “apenas” 135.

A roda gigante de Singapura só não é maior do mundo porque Dubai está construindo uma que chegará a 210 metros. Mas ainda assim, a vista panorâmica de lá de cima deve ser incrível.

Nós não subimos porque achamos o valor meio salgado. Mas admirá-la ao entardecer e, especialmente à noite, é um “must do” em um roteiro pela cidade.

singapura

Como chegar: a estação de metrô mais próxima é a estação Chinatown MRT Station.

Quanto custa: adultos pagam SGD 33,00, que equivalem a USD 24,00 e crianças pagam SGD 21,00, ou USD 15,00. O horário de funcionamento é das 8h30m às 22h15.

Helix Bridge

A Helix Bridge é uma ponte e uma das atrações turísticas de Singapura. Ela linda especialmente à noite, quando oferece essa vista linda para a baía, olha:

como ir da Malásia até Singapura

Singapura à noite

Almoço no Restaurante Guia Michelin mais barato do mundo!

Você sabia que é aqui em Singapura que fica o restaurante mais barato do mundo indicado no Guia Michelin?

O restaurante Liao Fan Hong Kong Soya Sauce Chicken Rice & Noodle (ufa) serve refeições das 10h às 20h. O famoso prato premiado é este frango com arroz e molho cujo qual eu anotei o nome….hahaha.

Era gostoso, mas nada de extraordinário. E custou apenas SGD 3,80, que equivale a USD 2,80.

Gardens by the Bay

Sendo bem sincera eu poderia dizer que Singapura me lembrou Dubai, onde tudo é super bonito e com cara de artificial. Mas confesso que o Garden By The Bay me pegou de jeito.

As árvores gigantes do Garden By The Bay têm um ar meio artificial quando observadas de longe. Mas ao se aproximar, logo se nota que no tronco delas existem plantas de verdade e que os arredores são verdadeiras explosões de verde.

Mas o mais legal mesmo é que no topo de 11 das 18 árvores há painéis solares para produção de energia. Isso é que é um jardim sustentável!

singapura

Garden By The Bay ao entardecer

singapura

Garden By The Bay ao entardecer

São 3 jardins que possuem essas árvores gigantes. O Bay South, Bay East and Bay Central. Logo ao chegar existe a opção de pegar uma espécie de carrinho de golfe que te leva para todas as atrações do gigante jardim, uma opção paga. Mas você pode simplesmente caminhar por lá.

Existe uma passarela para caminhar entre as árvores, um jardim climatizado e uma série de outras atrações, incluindo um restaurante no topo da Supertree Grove – clique aqui para consultar o site oficial.

Garden By The Bay a noite

singapura

Garden By The Bay de dia

Reserve pelo menos umas 3 horas para explorar os jardins e não deixe de ver o show das luzes que acontece todas as noites.

Como chegar: a estação de metrô mais próxima é a estação Bayfront e a Marina South Pier.

Quanto custa: visitar o Garden By The Bay é de graça. A única exceção ocorre no período perto do Natal, entre os dias 30/11 a 26/12. Nestas datas após às 15h é cobrado um valor de entrada equivalente a USD 6,00.

Show das luzes no Gardens by the Bay

O show das luzes acontece em dois horários todos os dias: às 19h45min e às 20h45m. E eu sugiro que você tente chegar no local com pelo menos 30 minutos de antecedência para pegar um bom lugar.

A melhor maneira de assistir ao show é deitado no chão, de preferência perto da Supertree Grove, a árvore mais alta de todas no jardim central. Leve uma canga na bolsa para deitar em cima.

O show é super legal. São 68 auto-falantes espalhados pelas árvores. Quando estivemos por lá rolou uma seleção de músicas dos anos 70 e 80. Eu amei.

O vídeo ficou péssimo, então segue uma foto mesmo…rs

Queen Street Terminal

O Queen Street Terminal não é uma atração turística em si, mas eu o estou mencionando aqui porque é neste terminal que param os ônibus vindos da Malásia.

Foi assim que nós chegamos em Singapura, em um ônibus vindo da Malásia. A viagem de ida e volta custou USD 19,00 e eu criei um passo-a-passo caso você queria fazer este trajeto também.

➡️ Como ir da Malásia até Singapura gastando pouco, de ônibus.

Roteiro Singapura – Dia 2

Little India

Nós nos hospedamos na Little India. Aliás já fica aqui uma dica: se você quiser encontrar hospedagem a preços mais acessíveis em Singapura procure hospedagem nesta região. Eu deixei um link mais acima com diversas opções de hotéis. Sim, eu sei! Eu sou super legal 😆

O Little India é um bairro colorido e que, como o nome já diz, abriga um grande número de indianos. Indianos estes que trouxeram cores e vida à Singapura.

Reserve algumas horinhas para caminhar livremente pelo bairro, observando as lojas, as pessoas e o movimento da região. Nós estivemos por lá durante o Diwali, o Ano Novo indiano, e as ruas estavam ainda mais coloridas.

Singapura

Ruas da Little India em Singapura

Templo Hindu Sri Veeramakaliamman

O Templo Hindu Sri Veeramakaliamman fica no centro da Little India. Ele é considerado um dos mais antigos templos de Singapura.

O primeiro edifício teria sido erguido em meados do século XIX por indianos que se mudaram para morar e trabalhar na cidade-estado. Na época, a comunidade indiana contava com mais de 13 mil pessoas que, longe de casa, sentiam a necessidade de um lugar onde pudessem adorar seus deuses.

Singapura

O Templo Hindu Sri Veeramakaliamman

Como chegar: nós estávamos hospedados na Little India e fomos até o templo caminhando. A estação de metrô mais próxima é a estação Little India e também estação Rochor.

Quanto custa: a entrada é gratuita.

Mesquita Masjid Sultan

A Mesquita Masjid Sultan fica a poucos metros do templo mencionado acima. Fomos até lá caminhando. A Mesquita foi declarada Patrimônio Nacional em 1975 e sua cúpula dourada pode ser vista de longe.

Para visitar algumas mesquitas mulheres precisam cobrir a cabeça com um lenço, não podem estar usando saias ou shorts curtos, calças muito apertadas e nem blusas de alcinha. Os homens não podem entrar se estiverem de bermuda. Mas as mesquitas que recebem turistas, como é o caso da Masjid Sultan, oferecem saias para que os homens cubram as pernas e para as mulheres eles oferecem um vestidão acompanhado de um hijab (o lenço muçulmano que cobre os cabelo deixando apenas o rosto de fora).

Singapura

Mesquita Masjid Sultan

Como chegar: nós estávamos hospedados na Little India e fomos até o templo caminhando. A estação de metrô mais próxima é a estação Bugis.

Quanto custa: a entrada é gratuita.

Merlion Park – Fonte do leão

O Merlion Park é um dos cartões postais de Singapura. Se você já pesquisou sobre a cidade-estado você já deve ter visto a famosa foto do Merlion, um ser mítico metade peixe metade leão, jorrando água pela boca.

O corpo de peixe do Merlion simboliza o início simples de Singapura, que era na verdade uma vila de pescadores. E sua cabeça de leão representa o nome da cidade, já que em malaio o nome Singapura significa “cidade do leão”.

Singapura

Merlion Park

Como chegar: tem várias estações de metrô ali pela região, entre elas podemos citar a Raffles PlaceCity Hall Bayfront.

Quanto custa: a entrada é gratuita.

Almoço em Chinatown

Pegamos o metrô e fomos almoçar em Chinatown, um dos lugares mais econômicos para comer em Singapura.

Logo ao sair do metrô você já vai dar de cara com o Chinatown Complex Food Court. Tem uma série de pequenos restaurantes neste complexo e uma incrível variedade de pratos. Nós comemos neste restaurante da foto abaixo. Um prato enorme de noodles com frango custa SGD 2,50, que equivalem a USD 1,80. Super barato e super gostoso.

Se você estiver disposto a caminhar um pouquinho, tem também o Maxwell Road Food Center. Nós fomos até lá por volta das 15h e muitos restaurantes já estavam fechados. Ou seja, o maior movimento é mesmo perto do meio-dia.

Singapura

Chinatown Complex Food Court

Como chegar: você pode descer na estação Chinatown MRT Station.

Quanto custa: dá para fazer ótimas refeições por menos de USD 2,00.

Marina Bay

A região de Marina Bay é uma das áreas mais glamurosas (e caras) de Singapura. Por ali você encontra uma vasta gama de restaurantes, cafés e lojas de grife. O condomínio/resort Marina Bay Sands foi inaugurado em 2010 e conta com o maior cassino do mundo, um enorme shopping center, um museu, dois teatros, além do famoso hotel com a piscina de borda infinita no topo cuja diária custa no mínimo USD 400,00.

Singapura

Marina Bay Hotel

Nós passeamos pela região e gostamos especialmente de caminhar por lá à noite. É por ali que acontece o show das águas todos os dias em diferentes horários.

O ponto exato do show você encontra no Google Maps digitando: Spectra – A Light & Water Show.

É LINDO!!! Veja o vídeo completo abaixo:

Como chegar: você pode descer nas estações Bayfront, Downtown ou na Marina Bay MRT Station.

Quanto custa: o show é gratuito. Ele acontece de domingo à quinta-feira às 20h e às 21h, e às sexta-feiras e sábados em três horários: às 20h, 21h e às 22h. Veja mais informações aqui.

Dica de ouro!

É possível ver o show das luzes no Garden By The Bay e o show das águas no Marina Bay no mesmo dia. Basta assistir ao show do Garden Bay The Bay às 19h45m e caminhar até o Marina Bay para assistir o show das 21h. É super possível e não precisa nem correr.

The Shoppes at Marina Bay Sands

Dar dicas de shopping centers luxuosos não é muito a nossa cara, né? Mas desse aqui não tem como não falar. O shopping center tem até um canal de água dentro dele, onde pequenas gôndolas levam turistas para lá e para cá.

As lojas são bem caras e, se assim como nós, comprar não for muito a sua praia, dá para ver essa incrível atração de luzes dinâmicas que fizeram no chão.

singapura

Olhando para isso eu tive a plena certeza de que eu de fato nasci na década errada…ahahaha. Adoraria ter uma “parada” dessas para brincar quando era pequena 😃

Olha isso e me diga se eu não tenho razão:

Demais atrações que nós não visitamos

Nossa passagem por Singapura foi super rápida, ficamos apenas 2 dias. Se você tiver mais tempo por lá você poderá visitar também:

  • Sentosa Island
  • Universal Studios
  • Clarke Quay – um bairro boêmio para ir à noite)]
  • National Museum of Singapore
  • Peranakan Museum
  • Casas coloridas em Geylang (Koon Seng Road)
  • Asian Civilizations Musegum
  • National Gallery Singapore

Quanto Custa Viajar para Singapura

Nós fomos até Singapura em uma viagem de ônibus partindo da Malásia, como mencionei mais acima. Segue abaixo todos os custos desta viagem:

➡️ Para facilitar o cálculo considerei a viagem saindo e voltando de Kuala Lumpur.

  • Passagens de ônibus (ida e volta) – MYR 80,00 ou USD 19,00
  • Acomodação – SGD 46,00 ou USD 34,00
  • Comida – SGD 20,00 ou USD 14,00
  • Extras – SGD 5,00 ou USD 3,70

Nós gastamos USD 70,70 por pessoa para passar 2 dias e 2 noites em Singapura. Ou seja, foi um gasto de USD 35,35 por dia.

Lembre-se do Seguro Viagem!

O seguro viagem é indispensável em uma viagem para Singapura. Nossa sugestão é fazer uma boa busca através da Segurospromo, um site que compara preços e te apresenta uma série de opções de seguro, aí é só escolher a melhor opção para seu tipo de viagem. E utilizando nosso código CASALWANDERLUST5 você ainda ganha 5% de desconto na hora!

Gostou? Veja todos os nossos posts sobre outros países asiáticos:

🌍 Acompanhe nossa viagem de volta ao mundo através de nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/casalwanderlustoficial

Gostou? Salve no Pinterest para ler mais tarde:

4 comentários sobre “Mochilão de 2 dias em Singapura – Roteiro, dicas e GASTOS

  1. Quero Mochilar

    Casal, passei um bom tempo lendo o blog hoje!! Que delícia… deu vontade de pegar a mochila, mala, nada, qualquer coisa e sair por aí… Esta show o trabalho de vcs…

    1. CASAL WANDERLUST Autor da Postagem

      Ohhhhh amigo… que delícia esse sua mensagem!
      Você sabe que escrever e manter o blog dá um trabalhão danado e que retorno que é bom mesmo é super difícil…rs.
      Mas fico tão feliz quando leio mensagens assim que até me dá um gás para continuar.
      Obrigada!!!

  2. José Aldair

    Olá, muito bacana o seu blog. Publicaram alguma coisa sobre a compra de passagens aéreas baratas? Obrigado!

Deixe uma resposta