Malásia, informações práticas para sua viagem

Planejando uma viagem para a Malásia? Então segue com a gente porque este post poderá lhe ajudar.

Nós passamos 30 dias viajando pela Malásia e reunimos aqui uma série de informações práticas, tais como: Visto, Gastos, Roteiros, Dicas e muito mais!

Malásia

Batu Caves – um dos cartões postais da Malásia

O que fazer na Malásia

Nestes 30 dias que passamos na Malásia nós visitamos as seguintes cidades listadas abaixo. Clique em cada uma delas para ver o post completo.

Estivemos por lá em um mês não tão bom, em novembro. As ilhas mais bonitas estavam fechadas por conta da época das chuvas. Mas ainda assim conseguimos aproveitar bastante.

Quanto Custa Viajar para a Malásia

Nossa média de gastos viajando pela Malásia foi de USD 16,00 por dia, por pessoa. Segue abaixo uma média dos custos básicos:

  • Hospedagem – pagamos em média USD 10,00 por um quarto de casal com banheiro privativo e ar condicionado;
  • Comida – considere um gasto médio de MYR 10,00, ou seja USD 2,40, por pessoa, por refeição;
  • Transporte – várias cidades da Malásia têm ônibus gratuitos. E também é muito fácil andar a pé entre as atrações, especialmente em cidades como Malaca, Ipoh e George Town. Considere um gasto médio de MYR 10,00 por dia. O Grab (uma espécie de UBER) também é uma ótima opção. Baixe o APP e seja feliz;
  • Bebidas – a cerveja é cara, falarei melhor mais abaixo. Mas café gelado e outras bebidas não alcóolicas são bem baratas. Um café gelado super delícia e adoçado com leite condensado custa em média MYR 2,00, menos de USD 0,50!

Visto

A Malásia é um daqueles países que mesmo quando a gente não conhece já considera “pakas”.

Brasileiros NÃO precisam de Visto para viajar por aqui. Uma autorização para permanência de até 90 dias é concedida em sua chegada no aeroporto. E o processo de imigração é super simples e rápido.

Moeda

A moeda utilizada na Malásia é a Ringgit Malaio. A vantagem é que a cotação é bem parecida com o Real (R$).

Na verdade o Ringgit é um pouco desvalorizado em comparação ao Real. Ou seja, você não precisará ficar fazendo conversões malucas para saber o real valor das coisas.

Em outubro de 2018 a cotação era de 1 USD para LKR 4,18.

Malásia

Ringgit malaio

Segurança

Achamos a Malásia muito segura. Andamos o tempo todo utilizando transporte público e também andamos bastante a pé. Não tivemos nenhum problema, muito pelo contrário, mesmo nos bairros mais afastados onde nos hospedamos nós achamos super tranquilo, inclusive à noite.

Preço da cerveja

Acho que esta é uma das únicas coisas que nós não gostamos na Malásia, o preço da cerveja.

O elixir dos deuses não costuma ser muito barato em países muçulmanos e por aqui não foi muito diferente. A maioria das cervejas são importadas e o preço médio de uma latinha de 335ml nos supermercados é de MYR 10,00, que equivalem a USD 2,40. Nos restaurantes e bares o valor médio é de MYR 20,00, ou USD 4,80.

Telefonia e Internet

Logo no aeroporto nós compramos um chip local com a operadora Digi. O pacote de dados válido por 30 dias custou MYR 50,00, que equivale a USD 12,00. Depois vimos que na rua este mesmo pacote sairia por MYR 30,00, ou USD 7,00. Oh raiva!

Dica: se puder compre seu chip + pacote de dados fora do aeroporto e escolha bem o plano antes de contratar. Alguns planos aparentam ser bons mas na verdade oferecem maior liberdade para navegação apenas de madrugada.

Um pacote de internet ilimitada vai sair um pouco mais caro. Mas caso você queira economizar, basta ficar atento aos horários oferecidos. Tem opções boas e bem baratas. Nosso pacote de dados oferecia 7GB para uso livre durante 30 dias + 1GB para usar entre às 13h e 19h + 1GB para usar entre às 0h e 8h da manhã.

Água

Mais um país onde não bebemos água da torneira. Depois do meu piriri na Índia confesso que fiquei meio receosa.

Mas a boa notícia é que por toda a Malásia você encontrará filtros de água espalhados pelas ruas. São lugares onde você pode encher sua garrafinha de água por valores mínimos. Nós pagávamos MYR 0,10 para cada litro de água, ou seja, USD 0,02. Quase nada! E o meio ambiente ainda agradece 😍

Meios de locomoção

O sistema de transporte público da Malásia funciona super bem! Viajamos de ônibus entre as principais cidades. Os ônibus são super confortáveis e os bilhetes não são caros.

Em Kuala Lumpur o metrô te leva para todo canto. E mais! A cidade ainda conta com um ônibus gratuito, o Go KL. Você pode conhecer quase todas as atrações da cidade sem gastar com transporte. Não é uma maravilha?

George Town também conta com uma linha de ônibus gratuita. Mas em cidades como Ipoh e Malaca nós visitamos todas as atrações caminhando.

Onde se hospedar

Nós visitamos a Malásia durante o mês de novembro, na baixa temporada. Pagamos em média USD 10,00 por quartos duplos com banheiro privativo e com ar condicionado.

Busque seu hotel pela Malásia clicando aqui. O Booking.com oferece ofertas em diversas cidades e em muitas reservas você não precisa pagar nada adiantado, o pagamento é feito 100% ao chegar na acomodação. Além do mais, fazendo suas reservas pelo Booking você paga em Reais (R$), não paga IOF e nós ainda ganhamos uma pequena comissão que nos permite manter o blog recheado de dicas.

Comida típica

Vou ser sincera, no quesito comida típica da Malásia eu falhei. Shame on me!

Existem tantos restaurantes chineses e indianos com preços tão maravilhosos espalhados pelo país que não conseguimos explorar muito a culinária verdadeiramente local. O fato é que quando encontramos um restaurante com comida boa e preços bons nós costumamos bater ponto nele. E assim, acabamos não explorando muitas opções.

Em Ipoh o Lázaro provou uma iguaria, o Yu Kong Hor. Trata-se de um prato de noodles que é servido bem quente e com um ovo cru por cima. É necessário que você espalhe logo o ovo cru para que ele se misture aos vegetais. A sensação é meio estranha, mas o Lázaro disse que o gosto do ovo cru não aparece muito.

O Yu Kong Hor é um prato típico em Ipoh. Mas depois descobrimos que também é muito comum no Vietnã. Nós provamos este prato no Tuck Kee Restoran. Eles atendem todos os dias das 17h às 2h da manhã. Pagamos MYR 7,00 pelo prato individual, que equivale a USD 3,00.

Malásia

O Yu Kong Hor –  Você encararia?

O Nasi Dagang é um prato típico da Malásia e você encontrará diferentes versões dele por todo o país. Trata-se de arroz branco servido com frango ou peixe, acompanhados de molho de curry, salada de pepino e cenoura, vegetais, ovo cozido, peixe seco e amendoim. Os locais comem esse prato até no café da manhã.

Malásia

O Nasi Dagang

Idioma

O idioma falado na Malásia é o malaio. Mas você consegue perfeitamente se comunicar em inglês, especialmente nas cidades mais turísticas.

A única exceção pode ocorrer nos restaurantes mais baratos, em bairros mais afastados. Mas ainda assim uma boa mímica pode ajudar e você não passará aperto.

Tomadas na Malásia

O padrão de tomada utilizado na Malásia é o do tipo G. Um adaptador será bem-vindo por aqui.

Foto: https://br.depositphotos.com/

Cartões de Crédito e ATMs

A maioria dos hotéis e restaurantes aceitam pagamentos com cartão. E você encontrará uma série de ATMs espalhados por todas as cidades.

Melhor época para visitar a Malásia

A melhor época para visitar a maior parte do país é geralmente entre os meses de março até início de outubro. Visitando a Malásia neste período você evita o pior das chuvas e há menos umidade.

Nós estivemos na Malásia em novembro e pegamos bastante no chuva no fim dos dias. Quase todo dia chovia na parte da tarde. Porém, nós conseguimos aproveitar bastante mesmo assim.

Lembre-se do Seguro Viagem!

O seguro viagem é indispensável em uma viagem para diversos países da Ásia, e para a Malásia não é diferente. Nossa sugestão é fazer uma boa busca através da Segurospromo, um site que compara preços e te apresenta uma série de opções de seguro, aí é só escolher a melhor opção para seu tipo de viagem. E utilizando nosso código CASALWANDERLUST5 você ainda ganha 5% de desconto na hora!

Gostou? Veja todos os nossos posts sobre a Malásia:

🌍 Acompanhe nossa viagem de volta ao mundo através de nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/casalwanderlustoficial

Salve no Pinterest para ler mais tarde:

Deixe um comentário