Um casal em uma viagem de volta ao mundo!

África do Sul: informações práticas para sua viagem

Está planejando uma viagem para a África do Sul? Nós passamos três meses no país e escrevemos esse post com informações relevantes para lhe ajudar a viajar para essa pontinha do continente africano!

Visto

Brasileiros não precisam de visto para a África do Sul. Precisam apenas portar o Certificado de Vacinação contra Febre Amarela e um passaporte com validade igual ou superior a 6 meses.

Certificado de vacinação contra a febre amarela

Como chegar

O principal aeroporto da África do Sul é o O. R. Tambo International Airport, em Joanesburgo. Mas o país conta com aeroportos nas principais cidades, como Cape Town, Durban e Port Elizabeth.

As companhias aéreas que voam por aqui são a South African Airways, a Ethiopian Airlines, a angolana TAAG, entre outras, incluindo a Latam.

Nós compramos uma passagem promocional com a Latam. A data do nosso embarque foi dia 18 de Junho de 2017 e nós pagamos R$ 1.435,00 – uma super pechincha!

Encontramos esse voo através do Skyscanner, um buscador de passagens que te direciona para os melhores preços e ainda permite que você compre a passagem direto no site das cias aéreas.

Moeda da África do Sul

A moeda da África do Sul é o Rand.

Em Setembro de 2017 a cotação do Rand era de 1 USD = 13,00 ZAR.

Média de Custos Básicos no País

  • Uma cerveja long neck custa em média ZAR 10,00 ou USD 0,75 nas liquor stores.
  • Um pacote de pão de forma custa em média ZAR 13,00 ou USD 1,00.
  • Um litro de leite custa em média ZAR 12,00 ou USD 0,92
  • Preço médio de uma refeição em um restaurante ZAR 100,00 ou USD 7,69
  • Preço médio de um combo no McDonald’s ZAR 40,00 ou USD 3,00

Quando Visitar

O clima na África do Sul acompanha o do Brasil, ou seja, quando for verão na terrinha, será verão por aqui também, idem no inverno.

O inverno é considerado a estação mais seca (ideal para fazer safári) com temperaturas amenas. O verão é a estação chuvosa e mais quente.

Onde se Hospedar

Nós nos hospedamos pelo país em uma mistura de Airbnb com o Booking. Pagamos em média ZAR 300,00 ou USD 23,00 por um quarto duplo com banheiro privativo.

Clique no link abaixo para encontrar sua hospedagem na África do Sul. Você não paga nada a mais por isso e nós recebemos uma pequena comissão que nos permite continuar bebendo cerveja enquanto viajamos 😉


Booking.com

Tomadas

As tomadas aqui na África no Sul são como esta da foto abaixo. Mas é comum encontrar adaptadores para os plugs brasileiros nos hotéis e nas casas dos sul-africanos.

Tomadas na cidade de Joanesburgo

Tomadas África do Sul

Idiomas

Na época da copa do mundo de 2010 surgiu uma piadinha dizendo que a África do Sul possuía um time de idiomas. E é verdade! São 11 os idiomas oficiais falados por aqui.

Isso mesmo, ONZE. Sendo eles, o Inglês, Afrikaans, Ndebele, Xhosa, Zulu, Sepedi, Sesotho, Setswana, Siswati, Tshivenda e Xitsonga.

Água

Tomamos água da torneira o tempo todo. Sempre enchíamos nossa garrafa desta maneira e nesses 3 meses não tivemos nenhum gasto com água. E também não tivemos dor de barriga nem outras doenças por conta disso 😬

Comida

O sul-africano adora um churrasco, que aqui eles chamam de “braai”. Veja aqui nesse post o lugar mais tradicional onde comemos um legítimo braai em Cape Town.

Há muita influência indiana no tempero por aqui. Então se você não gosta de curry e de pimenta, fuja para os restaurantes de frutos do mar. Pratos com camarão e lula custam em média ZAR 80,00 ou USD 6,00. Uma pechincha deliciosa 😋  Não gosta de frutos do mar? Não tem problema! Por todo o país você encontrará boas opções de restaurantes de todos os tipos, do italiano ao turco.

Em Cape Town nós comemos muita comida boa e barata nos mercados de rua da cidade.

➡️  Veja o relato completo aqui nesse post.

Meios de Transporte

Primeiramente vamos dar nomes aos meios de transporte, ok? 😊

Isso mesmo, aqui no continente africano as minivans (que nós conhecemos como lotações) são chamadas de diversos nomes, de acordo com o país. Na África do Sul funciona assim:

  • Minivans são chamadas de “táxis”;
  • Táxis são chamados de “cabs” ou “meter cabs;
  • Ônibus são chamados de “bus”;
  • E Uber é Uber mesmo…rs.

Táxis (minivans)

As corridas curtas custam em média USD 1,00. Mas o problema é que alguns táxis não possuem placas indicando o destino. Normalmente o cobrador fica com o braço de fora da minivan gritando e gesticulando com as mãos enquanto recolhem passageiros pelas ruas. Vamos falar sobre segurança em outro tópico mais abaixo.

Minivans África do Sul

Os “táxis” aqui na África do Sul

Cabs (táxis)

Os táxis aqui são chamados de “cabs” ou “meter cabs”. Alguns até possuem taxímetros mas normalmente ficam desligados – o que te permite negociar a corrida antes da mesma começar. Fique atento e sempre pergunte o preço antes de iniciar a viagem ou peça ao motorista para ligar o taxímetro.

Uber

Funciona perfeitamente nas principais cidades do país, tanto para pagamentos com cartão como para pagamentos em dinheiro. Uma corrida curta custa em média USD 3,00. Ou seja, se você estiver em dupla ou com mais pessoas vai valer a pena.

Como se Locomover

Em Joanesburgo nós utilizamos o Uber e o ônibus de turismo hop-on-hop-off. Em Durban, Port Elizabeth e Cape Town utilizamos somente transporte público, incluindo as minivans (lotações). Temos posts específicos falando sobre cada um deles. Clique abaixo para ver:

Ônibus em Cape Town

Trem em Cape Town

Ônibus em Durban

Ônibus em Joanesburgo

Táxis (minivans) em Cape Town

Para fazer a Garden Route nós alugamos um carro com a empresa First Car Rental e pagamos ZAR 185,00 por dia ou USD 14,50.

Roupas

Não existe um “dress code”, código de vestimenta em português, definido por aqui. Você verá desde meninas com shorts curtos mostrando o bumbum, até muçulmanas usando seu chador, o lenço muçulmano que cobre a cabeça e parte da face.

Porém, a África do Sul é um país conhecido pelo alto índice de estupro. Tente não dar bobeira e não atrair atenção desnecessária.

Obs.: ainda sonho com um mundo onde não seja preciso dar esse tipo de aviso 😞

Telefone e Internet

Quando desembarcamos no aeroporto de Joanesburgo nós ganhamos um chip da operadora Virgin. Colocávamos crédito (que aqui eles chamam de “air time“) somente para usar o Uber e o WhatsApp, quando necessário. Gastamos muito pouco com esse esquema.

Mas no Waterfront e em outras lojas da cidade você encontrará chips com pacotes de dados para comprar. Ou seja, conexão não será problema por aqui.

Saúde na viagem

Nós fizemos um Seguro Viagem para nos precavermos durante essa trip de volta ao mundo.

Temos uma super amiga que teve uma crise renal nos Estados Unidos e se não fosse pelo seguro viagem ela teria desembolsado USD 25.000,00! Já pensou!? Nós não quisemos arriscar.

Faça já sua cotação clicando no link abaixo:

Como Saber para onde ir?

Está sem internet? Não tem problema! É só baixar o APP Maps.Me ou o Google Maps que tudo estará resolvido! Esses APPs funcionam como GPS mesmo off-line. Basta baixar o mapa das cidades que pretende visitar com antecedência!

Segurança

Nós viajamos praticamente por todo o país utilizando transporte público: ônibus, trem e lotação. Não tivemos nenhum problema sério. Mas em Joanesburgo fomos ameaçados por quatro rapazes que se aproximaram para pedir dinheiro. Nós negamos, eles se exaltaram e vieram para cima de nós de uma maneira bem agressiva. Tivemos sorte nesse dia porque um carro da polícia passou bem na hora. E outro episódio aconteceu em Cape Town quando abriram a mochila da Camila na rua enquanto andávamos pela cidade. Nossa sorte é que nunca carregamos nada de valor no bolso frontal, normalmente só andamos com papel higiênico nesse bolso…rs.

Porém, conhecemos duas meninas que foram assaltadas a mão armada no trem de Cape Town. Uma delas viajava sozinha, às 14h de um dia de semana normal, quando dois caras portando uma faca lhe roubaram o celular. E no outro caso, a garota estava acompanhada de um amigo sul-africano quando quatro caras armados (com revólveres) roubaram a mochila dos dois.

Nós gostamos de falar sobre tudo o que é maravilhoso no país, mas também temos o cuidado de sermos transparentes, falando dos perigos e das más experiências também.

Curiosidades sobre a África do Sul

Você sabia que aqui na África do Sul os semáforos são chamados de robôs? Sabia ainda que aqui vivem alguns pinguins? Ou então, você sabia que o primeiro transplante de coração do mundo foi feito aqui?

Veja as 21 curiosidades da África do Sul que nós separamos para você nesse post super curioso e divertido: Curiosidades South Africa.

➡️  Vejas nossos outros posts sobre o país:

O que fazer em Durban

O que fazer em Joanesburgo

O que fazer em Cape Town

O que fazer em Port Elizabeth

Roteiro de 8 dias pela Garden Route

🌎  Acompanhe nossa viagem de volta ao mundo através de nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/casalwanderlustoficial

14 comentários sobre “África do Sul: informações práticas para sua viagem

  1. Renata

    Olá, parabéns pelo blog! Achei muitas informações e dicas. Obrigada por compartilhar. Li em inumeros blogs, que sair a noite não é aconselhável na Africa do Sul, o que é um complicador, afinal jantar todo dia no restaurante do hotel ou homestay é fogo.. Se eu escolher uma hospedagem no V&M, dá para sair a noite? E nas cidades da Garden Route?

    1. CASAL WANDERLUST Autor da Postagem

      Olá Renata! Tudo bem?
      Em primeiro lugar desculpe pela demora em responder, mas estamos com internet muito limitada.
      Dá para sair à noite sim. Só não aconselhamos (de jeito nenhum) a região central de Joanesburgo. Mas em Cape Town por exemplo, tem muita gente na rua na Long Street.
      O que você pode fazer é pegar um táxi (indicado pelo hotel) ou pedir um Uber. Você desce na porta do restaurante escolhido e não terá problema nenhum.
      Nós andamos a pé à noite na Long Street e nos sentimos seguros – só tinha muita gente pedindo dinheiro na rua, sabe?
      Em Durban, na Florida Road é tranquilo tb.
      Infelizmente não estivemos no Waterfront à noite, mas a região ferve de gente o tempo todo, então acredito que vc tb não terá problemas por ali…
      O perigo, na nossa opinião, é andar a pé e sozinha por ruas mais desertas sabe?
      Nós usamos o Uber em quase todas as cidades da África do Sul e deu tudo super certo 😉
      As cidades da Garden Route são menores e mais tranquilas. Vc certamente fará amigos nos hostels e terá Cia para sair.
      Vc estará com carro alugado na Garden?
      Beijos!

  2. Camila

    Olá! Amei as dicas! Como vocês se locomoveram de uma cidade para a outra? Quero fazer um roteiro como o de vocês em 14 dias. É suficiente? Obrigada pela atenção!

    1. CASAL WANDERLUST Autor da Postagem

      Olá Camila, tudo bem?
      Nós estamos nos locomovendo utilizando transporte público: ônibus e minivans. Com exceção da Namíbia, onde alugamos um carro.
      Você pensa em conhecer quais cidades em 14 dias?
      Bjo

  3. Felipe

    Olá, estou indo para Africa do Sul em lua-de-mel. Gostaria de saber que serguro viagem é mais adequado, dado que faremos atividades de risco, como safari e trilha em montanhas.

    Obrigado.

    1. CASAL WANDERLUST Autor da Postagem

      Oi Felipe, tudo bem?
      Nós fizemos um seguro viagem utilizando o buscador da Segurospromo. É só clicar no link abaixo e preencher as informações.
      A Segurospromo fará uma busca entre as corretoras e lhe apresentará uma série de opções, mostrando os valores e as coberturas oferecidas. Ali você poderá escolher um seguro que cubra atividades consideradas de risco. A maior parte das seguradoras cobre, o que vai mudar de uma para outra é o valor.

      Depois de receber as propostas enviadas pela Segurospromo nós fechamos com a Assist Card. Já utilizamos o seguro na Namíbia e no Egito. Fomos super bem atendidos em ambas as ocasiões.

      Após solicitar a cotação no site indicado abaixo um atendente da Segurospromo te ligará para saber detalhes da sua viagem. Neste momento você pode comentar com ele sobre o destino e as atividades que pretende fazer, assim a cotação virá de acordo com a sua real necessidade.

      https://www.segurospromo.com.br/?utm_source=link_seguros_home&pcrslug=casalwanderlust

      Abração e boa viagem!

  4. Lucas

    Olá, estou indo para a África do Sul em Janeiro e gostaria de saber como você acha melhor para obter os rands. Trocar dólar, realizar saque…?

    1. CASAL WANDERLUST Autor da Postagem

      Oi Lucas!
      Considere que sacar $$ no exterior com cartão de um banco do Brasil implica em pagamento de 6,38% de IOF + taxa do banco, se existir. Eu compraria alguns dólares para trocar lá. Acho melhor. Se quiser me dá um oi no WhatsApp que te mando o local com a melhor taxa que encontramos em Cape Town. 11 99903 2063

      Abração

      1. Felipe

        Voltei de lá há duas semanas e acho o seguinte:
        Achei que não compensa comprar muitos dólares para levar. Eu levei 1000 e acabei trocando 900 para gastar mesmo porque já havia levado. Mas o usar o cartão compensa muito pela praticidade e a conversão (usei NuBank) estava praticamente a mesma coisa do que eu havia pago nos dólares. O que você for gastar em Rand, pode multiplicar por 0.3 que vai dar muito próximo do que você pagará em reais. Mas tome cuidado, alguns sites, como o Booking, informam uma conversão tabelada de Rand pra real, o que não vai ser praticado pela companhia de cartão (o cartão converte rand para dólares e dólares para real, e isso dá diferença). A minha estadia no safari ficou quase 1000 reais a mais do que o valor informado pelo Booking por causa dessa conversão.
        Como comentado pelo casal, acho que não compensa fazer saques lá fora, com certeza as taxas vão comer boa parte do seu dinheiro.
        É importante levar um pouco de dinheiro, pois há gorjetas e algumas feirinhas e ambulantes que não terão máquina de cartão, mas são pouquíssimos casos, acredito que uns 300 ou 400 dólares sejam suficientes para esse tipo de uso.
        Mas uma dica importante: se for trocar moeda, planeje sua troca e troque o máximo que puder de uma só vez, porque as agências cobram uma taxa em torno do R100 por transação (no aeroporto de Cape Town paguei uns R140). Se você ficar trocando várias vezes, vai perder uma boa quantidade de dinheiro.
        Mas, no geral, eu poderia ter usado dinheiro como uso aqui no Brasil, usando muito mais o cartão do que papel.
        Boa viagem!

        1. CASAL WANDERLUST Autor da Postagem

          Felipe, gratidão pelo seu complemento à minha resposta. Mas, utilizando o cartão, como vc indica, tb há pagamento de IOF, não!?

          Abração e obrigada!

          1. Felipe

            Sim, tem IOF também. Mas, a não ser que eu tenha olhado errado (rs) o valor da conversão estava ficando praticamente a mesma coisa do que eu paguei nos dólares que comprei aqui. O bom no NuBank é que ele fecha a cotação na hora, não no fechamento da fatura.

  5. Candida

    Olá casal Wanderlust!!! Acabei de tomar conhecimento do blog de vcs e estou amando as dicas, a clareza com que vcs descrevem os lugares. Estamos programando conhecer a Africa do Sul com a familia e encontrar uns amigos na Cidade do Cabo. A ideia é aliar uma surf trip, com passeios e safari para agradar a familia toda. Mas a minha dúvida é sobre os sites de buscas de passagens. Tambem estou vendo uma oferta pelo Skyscanner, voo Tam ida Joanesburgo e volta Tam por CPT e a venda é pela Edreams. Vcs acham confiável? Tenho receio de ter alguma restricao ou surpresas desagradaveis. Qual a opiniao de vcs sobre esses sites de busca de passagens?
    Grande abraco,
    Candida Lindenberg

    1. CASAL WANDERLUST Autor da Postagem

      Oi Candida, tudo bem?
      Nós sempre optamos por comprar os bilhetes com a própria Cia Aérea. Sempre rola aquele medo de dar um problema e essas agências virtuais (como a Edreams) acabarem nos deixando na mão.
      Nós nunca compramos passagens com eles. Já vimos pessoas que compraram e não tiveram nenhum problema e outras que tiveram…
      Nos desculpe por não poder ajudar, mas é difícil opinar sobre serviços que nunca utilizamos.
      Sugiro que vc busque no Google. Se vc digitar “problemas Edreams” vc encontrará diversos grupos de discussão a respeito, especialmente no Trip Advisor.
      Um abraço e façam uma LINDA viagem!
      Camila

    2. tolentinof

      Olá Candida,
      Vou contar o que aconteceu comigo.
      Comprei minha passagem pelo Submarino viagens, voando pela South African. Na época, não sei porque, o preço no Submarino estava melhor do que no site da companhia diretamente. Mas achei o sistema do submarino meio ruim, para consulta de informações sobre o vôo, etc. Fiz um voo com conexão em Joanesburgo e seguimos para Cape Town. Na volta, fomos de Cape Town para Joanesburgo e fizemos um stop lá. Alugamos um carro para irmos até a reserva do safari (Thornybush Waterbuck Lodge, recomendo) e depois voltamos de Joanesburgo para SP. Consegui fazer esses detalhes de multi-destinos pelo site do submarino sem problemas.
      Achei a SAA boa em termos de voo. O avião estava bom, a comida achei muito boa. Mas alguns detalhes e o sistema deles achei muito ruins. O app e o self check-in não funcionam em alguns casos. Na volta, não dá pra fazer self check-in, é preciso passar pelo balcão. Na volta de Cape Town para Joanesburgo, as informações do voo que eu tinha eram de um voo da SAA, com código deles e tudo mais, mas eles nos jogaram para um voo da Mango. Não foi ruim, mas gerou um estresse por não saber das coisas com antecipação.
      Mas, pelo que pesquisei antes, a SAA é uma das companhias com melhor custo-benefício. Há voos, mais baratos, como pela TAAG, mas eu li que a conexão na Angola não é muito boa e os aviões também não. Com isso, acho que depende do quanto você pode gastar para ir, pois talvez seja possível encontrar alguma companhia melhor.
      Boa viagem e aproveite!

Deixe uma resposta