Casal Wanderlust

Giraffe Center, em Nairóbi, no Quênia

Você gosta de girafas? Então imagine um lugar onde você poderá ver de pertinho esses animais elegantes e fofos, onde poderá alimentá-los e ainda ajudar na luta contra a sua extinção. Este lugar é o Giraffe Center (ou Giraffe Centre, em inglês britânico), que fica em Nairóbi, no Quênia.

Nós estivemos por lá durante nossa viagem pelo continente africano e fizemos esse relato para mostrar como foi essa visita cheia de charme, beleza e lambidas 😍

Giraffe Center

Quem aguenta!?

Nós adoramos girafas! São os animais mais elegantes e desajeitados do mundo. Sim, desajeitados. Se você já viu uma girafa bebendo água em um rio você irá concordar 😂

Nós tínhamos apenas um dia em Nairóbi, no Quênia, e não foi difícil decidir o que nós faríamos nesse único dia na cidade: iríamos visitar o Giraffe Center.

História do Giraffe Center

Em 1979 Jock Leslie-Melville, um cidadão queniano de descendência britânica, e sua esposa americana, Betty Leslie-Melville fundaram o Fundo Africano para Animais Selvagens Ameaçados (A.F.E.W.) no Quênia. Eles tiveram esta iniciativa depois de descobrir a triste situação das girafas da espécie Rothschild, uma subespécie de girafa encontrada apenas nas pastagens da África Oriental.

Na época, os animais haviam perdido seu habitat no oeste do Quênia. Havia apenas 130 deles abandonados em um rancho de soja de 18 mil hectares que estava sendo subdividido para servir como área de reassentamento.

O primeiro esforço do casal para salvar a espécie Rothschild da extinção foi levar duas jovens girafas, chamadas Daisy e Marlon, para sua casa no subúrbio de Lang’ata, a sudoeste de Nairóbi.

Giraffe Center

Até o Lázaro se rendeu mediante a tamanha fofurice

Betty e Jock registraram a A.F.E.W. nos Estados Unidos, o que possibilitou a criação de fundos para mover outros cinco grupos de girafas para diferentes áreas seguras. E em 1983, os fundos levantados ajudaram a construir o Centro Educacional em um santuário de 24 hectares. E desde então o Giraffe Center resgata, cuida, preserva e educa as pessoas com relação a necessidade de prevenção e ações contra a extinção das girafas.

Hoje a população de girafas da espécie Rothschild é de mais de 300. E elas estão distribuídas em diversos parques nacionais do Quênia. Porém, infelizmente, esta é ainda uma das girafas mais ameaçadas de extinção. De 2015 para 2016, um estudo mostrou o quanto a população de girafas Rothschild decresceu. Ou seja, ainda há muito trabalho a ser feito.

O que fazer no Giraffe Center

O bacana do Giraffe Center é que lá você poderá interagir com as pescoçudas. Assim que você chega, os tratadores lhe entregam um punhado de ração própria para girafas. A partir daí você poderá alimentá-las e até ganhar beijinhos (lambidas) delas.

Mas só para lhe avisar: a língua das girafas é áspera e elas babam muito. Mas… quem é que liga, né?

Giraffe Center

Ái que babada! hehehe

É claro que além da interação com as girafas há uma parte do Giraffe Center destinada a orientação e educação, especialmente para crianças. Escolas da região organizam tours até o local com o intuito de educar e fortalecer a consciência dos alunos com relação a necessidade de preservação e proteção de diversas espécies de animais.

Onde Fica

O Giraffe Center está localizado em Lang’ata, a aproximadamente 5 km do centro de Nairobi, no Quênia.

➡️  Veja mais informações sobre o Giraffe Center em seu site oficial. Basta clicar aqui.

Como Chegar

Para chegar até o Giraffe Center utilizando transporte público você tem algumas opções:

  1. Pegar um matatu (como as minivans são chamadas no Quênia) de número 24 via Kenyatta Ave.
  2. Ou pegar o matatu de número 26 através da Magadi Rd, passando pela Mukoma Rd.
  3. Pegar um táxi do centro da cidade até o Giraffe Center, pagando cerca de KES 1.500,00, ou USD 14,00.
  4. Pegar um Uber, que custará em média USD 5,00.

Quanto Custa

A entrada para o Giraffe Center custa KES 1.000,00, ou USD 10,00.

Giraffe Center

Bilheteria do Giraffe Center

Educação e conscientização

O Giraffe Center oferece palestras voltamos à conscientização das pessoas quanto a necessidade de conservação das espécies ameaçadas de extinção.

Há um espaço voltado à educação e orientação, além de obras de arte à venda, sendo estas feitas por alunos do Quênia. O valor arrecadado com as vendas financia viagens ecológicas para pessoas menos favorecidas.

Demais atividades

O Giraffe Center conta com um café, loja de souvenir e também com uma trilha ecológica, bem interessante para crianças.

A trilha de 1,5 km que segue até o Rio Gogo também é um ponto para observação de pássaros.

Giraffe Center

Café 

Loja de souvenirs

Curiosidade

Me lembro como se fosse ontem de ter assistido a uma reportagem no Fantástico falando sobre o hotel Giraffe Manor, em Nairóbi. Um hotel instalado em um casarão de 1930 que ficou famoso no mundo todo pela interação das pessoas com as girafas, especialmente durante o café da manhã. E o que eu não sabia é que o Giraffe Manor e o Giraffe Center foram idealizados pelas mesmas pessoas, Betty Leslie-Melville e seu marido Jock.

Como o valor de uma diária no hotal custa no mínimo USD 595,00 (valor impossível para meus padrões), fiquei super feliz em conhecer o Giraffe Center, que possui o mesmo tipo de interação que acontece no tão famoso hotel, só que com preços beeeem mais acessíveis.

Quem disse que não dá para ter o mesmo tipo de experiência sem ter que gastar uma pequena fortuna, né? 😉

Crédito para a imagem Giraffe Manor Hotel: www.thesafaricollection.com

Esperamos que tenha gostado. Aproveite e veja também:

Veja todos os posts sobre outros países africanos:

🌎  Acompanhe nossa viagem de volta ao mundo através de nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/casalwanderlustoficial

Deixe uma resposta