Casal Wanderlust

Como ir de Mombaça à Nairóbi, de trem

Viajar barato é nosso lema. E quando conseguimos unir preço e conforto nós ficamos felizes da vida! Veja nesse post como nós fizemos para ir de Mombaça à Nairóbi de trem. Em uma viagem confortável, barata e repleta de lindas paisagens. Vem ver que legal 😃

trem de Mombaça à Nairóbi

O trem

Chegando na estação de trem de Mombaça

O trem que faz o trajeto de Mombaça à Nairóbi é de construção chinesa. É novo, moderno, limpo e bem rápido. A viagem entre as duas cidades dura 6 horas, mas há também o trem expresso que faz o mesmo trajeto em 4 horas.

Porém, a estação de trem de Mombaça fica distante da cidade, a 20 km de distância do centro. Para chegar até o local de onde o trem parte, ou seja, até a nova estação ferroviária, nós pegamos um tuk-tuk até a antiga estação de trem e de lá pegamos um matatu (como as minivans são chamadas aqui no Quênia) até a nova estação de trem de Mombaça.

Antiga estação de trem de Mombaça

O valor do matatu foi de KES 100,00 ou USD 1,00 por pessoa e o tuk-tuk custou KES 200,00 ou USD 2,00 para nós dois.

Obs.: só pagamos esse valor pela corrida com o tuk-tuk pois era de madrugada, já que saímos bem cedo do hotel, às 4h30 da manhã.

A nova estação de trem de Mombaça

Já tínhamos ouvido falar que a estação de trem de Mombaça era “coisa de outro mundo”. De fato é! E o trajeto do centro de Mombaça até lá é uma viagem bem contraditória…

No caminho até a nova estação o matatu passou pelo porto e por partes muito pobres da cidade, passamos até pelo lixão. Tudo muito sujo, um cenário nada bonito de se ver, mas que nós já estamos acostumados. Porém, ao chegar na nova estação de trem de Mombaça tudo muda completamente.

Entrada da nova estação de trem de Mombaça 

A estação é linda, nova e super limpa. Lembra o saguão de um aeroporto moderno de um país europeu. Tudo funciona super bem: painéis de led, elevadores, escadas rolantes, paredes de vidro e funcionários bastante preparados para auxiliar no que for necessário.

Painéis digitais dentro do terminal

Segurança

O esquema de segurança é outra coisa que nos impressionou muito. Logo na chegada todos fomos obrigados a colocar nossas bagagens no chão para que cachorros treinados (e fofos) pudessem farejar. Depois deste procedimento passamos pelo scanner, pelo detector de metais (aquele bastão que a polícia passa ao redor do nosso corpo) e ainda por uma revista corporal (esta última foi na base da apalpação mesmo). Todos nós fomos revistados, sem exceção. Inclusive algumas mulheres muçulmanas tiveram de levantar o véu para mostrar o rosto 😳

Logo na entrada da estação cães treinados fazem a revista em todas as bagagens

Eu havia comprado uma faca de presente para meu pai e é claro que ela apitou na revista. Tive de me repostar à polícia, que me fez algumas perguntas e depois de muita conversa acabou permitindo que eu seguisse viagem. Na entrada do terminal todos os passageiros passaram novamente pelo scanner e nova revista corporal.

Quanto Custa

Aí é que está! Apesar de toda a modernidade, limpeza e organização das estações, o bilhete de trem tem um preço bem acessível.

Compramos bilhetes para a classe econômica e pagamos KES 700,00 ou USD 7,00 por pessoa. Os bilhetes para a primeira classe custam KES 3.000,00 ou USD 30,00 por pessoa.

Como comprar os bilhetes

Como a nova estação ferroviária fica distante do centro de Mombaça e a antiga estação não vende os bilhetes, nós tivemos de efetuar a compra dos mesmos pelo celular.

Não há vendas pela internet, nem através do site da empresa, as operações de compra e venda acontecem através de SMS via M-Pesa – um serviço de banco oferecido pelo celular. Aliás, esta é outra vantagem tecnológica que nós achamos sensacional.

E como essa também pode ser a dúvida de outros viajantes, resolvemos escrever este outro post com o passo a passo para a compra do ticket para o trem de Mombaça à Nairóbi (ou vice-verrsa). Clique aqui para ver mais.

Nossos bilhetes para a segunda classe

A viagem de Mombaça à Nairóbi

O trem que faz o trajeto de Mombaça à Nairóbi parte pontualmente no horário. Neste caso, às 8h já estávamos partindo, britanicamente.

E voltando a falar de segurança, guardas armados andam o tempo todo pelo trem. Mas ao mesmo tempo que isso nos faz sentir seguros, também é uma tanto estranho ver armas pesadas passando para lá e para cá. Mas esse é mais um ponto positivo para a segurança do trem. Certo?

Foto de dentro de um dos vagões da segunda classe

Serviço de bordo

O trem de Mombaça à Nairóbi tem serviço de bordo também. Água, refrigerante, café, chá e mandazis (um pãozinho frito que aprendemos a amar) custam USD 1,00 cada.

O trem também conta com um bar e restaurante no primeiro vagão. Mas estes só são acessíveis para quem viaja na primeira classe.

A paisagem

Vimos zebras, elefantes, javalis e antílopes pela janela do trem. Inclusive quando o trem adentra os limites do parque nacional há um anúncio nos alto-falantes do trem informando que os animais poderão ser vistos através das janelas.

A chegada em Nairóbi

A estação de Nairóbi, assim como a de Mombaça, é super nova, limpa, organizada e segura. De lá é possível pegar um outro trem (mais antigo) até o centro da cidade.

Nós pegamos um Uber até o nosso hotel. A corrida de quase 20 km custou USD 5,00. Achamos uma boa opção.

Há também táxis e matatus (como as minivans são chamadas por aqui) partindo da estação para diversas localidades na cidade.

A viagem de trem de Mombaça à Nairóbi nos surpreendeu muito! É uma ótima maneira, segura e barata de se viajar entre as duas cidades.

Esperamos que tenha gostado. Aproveite e veja também:

Veja todos os posts sobre outros países africanos:

🌎  Acompanhe nossa viagem de volta ao mundo através de nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/casalwanderlustoficial

Deixe uma resposta