Casal Wanderlust

Dica de viagem: O que fazer em Botswana

Botswana é um país com população ainda menor que a da Namíbia. E há tempos o país tem desenvolvido um tipo de turismo exclusivo, com lodges caríssimos e pacotes não tão atraentes para quem procura viajar de maneira mais barata. Mas foi em Botswana que nós fizemos o tipo de safári que estávamos buscando. Pudemos ver diversos animais em parques sem cercas, andando livremente por todo o território. E também descobrimos que o país tem espaço para quem quer viajar de maneira independente, sem gastar pequenas fortunas.

Assim que cruzamos a fronteira da Namíbia com Botswana nós já demos de cara com uma girafa, para você ter ideia de como o país é incrível. Nós acabamos passando pouco tempo por lá. Mas foi tempo suficiente para sentirmos o que o país tem a oferecer e para ficarmos com aquela sensação de que precisaremos voltar um dia. Veja nesse post os principais atrativos de Botswana.

Elefante no Chobe National Park, em Botswana

Elefante no Chobe National Park, em Botswana

O que fazer em Botswana

O deserto do Kalahari ocupa boa parte do território do país, enquanto o Delta do Rio Okavango é uma das principais atrações em Botswana.

Safáris e passeios pelo Okavango são as principais atividades a se fazer no país. E como mencionamos mais acima, por aqui os animais andam livremente, em parques sem cercas. Por isso fazer um safári em Botswana é vivenciar a verdadeira África selvagem.

Fazer um safári no Chobe National Park

O Chobe National Park é o primeiro parque nacional em Botswana, estabelecido em 1967. Os primeiros habitantes desta área foram descendentes do San Bushmen (um povo nômade) e foram chamados de Basarwa. Suas pinturas rupestres ainda podem ser encontradas em algumas das colinas rochosas do parque.

Conhecido carinhosamente como “A Terra dos Gigantes”, o Chobe é o lar da maior população de elefantes da África e compreende mais de 10.000 km2 de ecossistemas ricos, paisagens diversas e uma abundância quase incomparável de vida selvagem e aves. Todos concentrados em torno do deslumbrante rio Chobe, o que também permite que safáris possam ser feitos de barco.

Nós fechamos nosso safári com a empresa Dreams Safari. Pagamos BWP 270,00 ou USD 27,00 por pessoa. Preço muito justo se compararmos com preços que cobram em parques como o Krueger (África do Sul) e o Etosha (Namíbia) para fazer um safári com o pessoal do parque, em veículos apropriados.

Leoa no Chobe National Park, em Botswana

Fazer um safári no Kalahari

O Central Kalahari Game Reserve (CKGR) foi fundado em 1961 e é a maior área de conservação do país. São 5 milhões de hectares, o que o torna um dos maiores do mundo.  A reserva foi fundada para proteger o San Bushmen. Com o objetivo de proporcionar um lar à essas pessoas históricas em seu meio natural, assegurar sua sobrevivência e preservação de seu modo de vida. Localizado na região central em Botswana, esta reserva é caracterizada por extensas planícies abertas, salinas e antigos rios. Hoje, a área é uma reserva ideal para safáris, para observação de espécies fascinantes que se adaptaram ao ambiente desértico da região.

Nós infelizmente não estivemos por lá e, este é um dos grandes motivos que nos farão voltar à Botswana um dia.

Conhecer o Okavango Delta

O Delta do Okavango, em português, é conhecido por suas extensas planícies gramíneas, que inundam sazonalmente, tornando-se um habitat animal exuberante. O Moremi Game Reserve ocupa as áreas leste e central da região. Por lá as canoas são utilizadas para navegar pelas curvas do delta, para observação de hipopótamos, elefantes e crocodilos. E em terra firme, a vida selvagem inclui leões, leopardos, girafas e rinocerontes.

Foto: http://www.botswanatourism.co.bw/

Nós tentamos fazer o passeio por conta própria, em Maun. Mas devido a dificuldade de comunicação: nosso inglês não tão bom somado ao inglês não tão bom das pessoas que conhecemos, acabou não dando certo. Nossa ideia inicial era ir até uma vila de pescadores e fazer o passeio com alguém que se propusesse a nos levar, por um precinho camarada. Mas acabamos fechando com o nosso hotel. Pagamos USD 30,00 por pessoa para percorrer a região do Boro e algumas outras curvas do Okavango Delta.

Veja o vídeo sobre nosso passeio pelo Okavango Delta clicando abaixo. Aproveite e se inscreva em nosso canal no Youtube:

Quando Visitar

Os padrões climáticos em toda a África estão se tornando cada vez mais imprevisíveis, provavelmente devido ao aquecimento global. Mas o padrão climático de Botswana é típico do sul da África, embora sua precipitação seja menor que os países mais a leste. As chuvas na Botswana ocorrem principalmente entre os meses de Dezembro e Março, quando as temperaturas mínimas médias estão nos 20°.

Tal como acontece com a Namíbia, Abril e Maio na Botsuana são geralmente os meses com a temperatura mais agradável. Com o céu limpo e a paisagem verde. As temperaturas noturnas começam a cair durante estes meses, especialmente na região do Kalahari.

Observe que os lugares dentro e ao redor da região do Okavango tendem a ter temperaturas menos extremas, mais moderadas do que as áreas mais secas do Kalahari. De Junho a Agosto, as temperaturas noturnas em áreas mais secas podem ser próximas do congelamento, mas aquecem rapidamente durante o dia, quando o céu geralmente é claro e azul. A “alta temporada” para a maioria das áreas de safári ocorrem entre Setembro e Outubro, quando as temperaturas sobem novamente, secando as paisagens. Este é o melhor momento para safáris – embora Outubro possa ser bastante quente, com temperaturas máximas às vezes chegando a 40° C.

Quando visitar Botswana

Temperaturas médias em Botswana

Moeda

A moeda da Botswana é o Pula (BWP). E em Outubro de 2017 a cotação era de 1,00 USD = 10,00 BWP.

Segurança

Nos sentimos muito seguros em Botswana. Aliás, é capaz que no país você sinta mais medo dos animais, que andam livres pra lá e pra cá, do que das pessoas. Soubemos de um caso de um chinês que saiu de seu lodge para tirar foto de um elefante e acabou sendo morto pelo animal.

Na cidade de Kasane por exemplo, para irmos até o local onde estávamos hospedados nós passamos por um corredor de elefantes e animais selvagens. Infelizmente não tivemos a sorte de ver nenhum.

Tomada

Mesmo padrão de tomada da África do Sul e Namíbia, esse aí da foto abaixo.

Visto para Botswana

Brasileiros não precisam de visto para entrar em Botswana. 

A agente da fronteira, muito simpática por sinal, apenas nos perguntou quantos dias gostaríamos de ficar no país, nós dissemos 2 semanas e ela nos concedeu 3.

Como Chegar

Nós chegamos até Botswana em uma longa viagem de ônibus. Clique aqui para ver o relato completo.

Mas há voos partindo do Brasil através das companhias aéreas South African Airways, Ethiopian Airlines, entre outras.

Preço da Cerveja

A cerveja da Botswana é a St Louis. Embora o preço na garrafa indique um preço mínimo de BWP 8,00, ou seja, USD 0,75, nos bares nós pagamos em média BWP 22,00, ou USD 2,00. E nos supermercados ela custava em média BWP 10,00, ou USD 0,95.

Cerveja em Botswana

Como se Locomover

Dentro das cidades nós usamos o serviço de táxi para nos locomovermos para lá e para cá. Sendo que alguns são compartilhados. Os mesmos não possuem taxímetros, o que te permite negociar o valor antes da corrida.

Dica: sempre negocie. Em todas as vezes que recorremos ao serviço de táxi sempre nos cobraram um valor altíssimo no primeiro momento. Aí chorávamos até baixarem os preços. Infelizmente por aqui já começaram a aplicar a “tarifa para turista”.

O Povo

Mas com exceção deste fator, das pessoas tentarem cobrar mais caro simplesmente pelo fato de você ser turista, no geral o pessoal foi muito bacana com a gente. Especialmente em Maun.

Idioma

O inglês e o Setswana são os idiomas oficiais falados por aqui.

Esperamos que tenha gostado. Aproveite e veja também:

🌎  Acompanhe nossa viagem de volta ao mundo através de nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/casalwanderlustoficial

Deixe uma resposta