Casal Wanderlust

Joanesburgo, informações gerais sobre a cidade

Joanesburgo é a cidade de ouro da África do Sul – e o trocadilho não é à toa pois a cidade foi construída sobre a riqueza do ouro de seu subsolo. E em pouco mais de um século se tornou uma metrópole moderna, a maior e mais importante cidade da África do Sul, com cerca de 4,5 milhões de habitantes, e hoje é onde fica o maior aeroporto do país e o mais movimentado de todo o continente!

Por ser tão populosa, a cidade chega a ser confundida com a capital. E embora a África do Sul possua três capitais (Executiva: Pretória, Legislativa: Cidade do Cabo e Judiciária: Bloemfontein), Joanesburgo não é uma delas.

Bandeira de Joanesburgo

Bandeira de Joanesburgo

Joburg ou Jozi, como é carinhosamente chamada por seus habitantes, já foi conhecida por ser a capital do ouro e dos diamantes e testemunhou capítulos difíceis na história do país.

A descoberta do ouro e a criação da cidade

Os números colocam Joanesburgo como uma megacidade global, incluída entre os maiores aglomerados urbanos da África moderna. Fundada pelos britânicos em 1886 e situada a uma altitude de 1.753 metros acima do nível do mar, a cidade se destacou devido à existência do maior filão de ouro encontrado no mundo!

A corrida do ouro começou em 1886, quando George Harrison (não aquele dos Beatles, outro George Harrison) descobriu a camada Main Reef, em Witatersrand. As fazendas das redondezas foram declaradas propriedade pública e uma nova cidade, no caso, Joanesburgo, foi criada na região.

Mapa do ouro em Joanesburgo

Mapa da bacia de Witwatersrand e os grandes campos de ouro

Já desde essa época remota, os negros eram impedidos de comprar terrenos, somente os brancos podiam ter propriedades na nova cidade. Aos negros sobravam os trabalhos mais duros e pesados nos interiores das minas. Por isso costuma-se dizer que o ouro de Joanesburgo foi extraído às custas de muito suor e sangue.

O Apartheid

O Apartheid foi um sistema político e social criado na África do Sul no século 20, entre os anos de 1948 a 1994. A segregação racial já era uma prática utilizada há séculos, mas a nova política iniciada em 1948 era rigorosa e mais sistemática.

Veja esse post completo que fizemos sobre Constitution Hill e entenda um pouco melhor o sistema de segregação racial e as humilhações impostas aos negros.

Museu do Apartheid em Joanesburgo

Como as entradas dos locais eram divididas durante o regime

O sistema de Apartheid na África do Sul foi banido em 1994. O último presidente sob o regime foi Frederik Willem de Klerk. Depois disso, Nelson Mandela tornou-se o primeiro presidente negro. Ambos foram premiados com o Prêmio Nobel da Paz por seus esforços.

Joanesburgo hoje

Hoje, essa grande cidade cosmopolita, tenta se mostrar para o mundo como um exemplo de superação e força.

Há muita beleza para ser vista em Jozi. Veja esse post completo que fizemos sobre as principais atrações turísticas da cidade.

Como se locomover em Joanesburgo

Primeiramente vamos dar nomes aos meios de transporte, ok? 😊

Isso mesmo, aqui no continente africano as minivans (que nós conhecemos como lotações) são chamadas de diversos nomes, de acordo com o país. Na África do Sul funciona assim:

  • Minivans são chamadas de “táxis”;
  • Táxis são chamados de “cabs” ou “meter cabs;
  • Ônibus são chamados de “bus” (buses, no plural);
  • E Uber é Uber mesmo…rs.

Táxis

As corridas curtas custam em média USD 2,00. Mas o problema é que os táxis não possuem placas indicando o destino. Normalmente o cobrador fica com o braço de fora da van gritando e gesticulando com as mãos enquanto recolhem passageiros pelas ruas. Como a cidade é gigante e os pontos turísticos são bem espalhados, você vai precisar de tempo para se dar bem com esse tipo de transporte.

CUIDADO! Joanesburgo não é uma cidade muito segura, especialmente a parte central. Normalmente nos jogamos nesse tipo de transporte mais barato pelas cidades onde passamos, mas neste caso não quisemos arriscar.

Cabs (táxis)

Os táxis aqui são chamados de “cabs” ou “meter cabs”. Alguns até possuem taxímetros mas normalmente ficam desligados – o que te permite negociar a corrida antes da mesma começar. Fique atento e sempre pergunte o preço antes de iniciar a viagem ou peça ao motorista para ligar o taxímetro.

Uber

Funciona perfeitamente na cidade, tanto para pagamentos com cartão como para pagamentos em dinheiro. Uma corrida curta custa em média USD 3,00. Ou seja, se você estiver em dupla ou com mais pessoas vai valer a pena.

Ônibus

O ônibus Rea Vaya foi introduzido na cidade na Copa do Mundo de 2010 em uma tentativa de tornar o transporte público mais seguro. Parte do sistema é interligado com o Gautrain (trem) também.

Gautrain

Gautrain (que se pronuncia “rautrain) é o trem que faz conexão entre a cidade e o aeroporto, passando por outras áreas de Joanesburgo e indo até Pretória.

Em sua primeira utilização você precisará comprar o Gauntrain Gold Card (assim como o cartão do metrô de SP). O cartão é recarregável e serve tanto para o metrô quanto para o Rea Vaya Bus.

City Sightseeing

O ônibus de turismo que nós utilizamos para visitar as principais atrações turísticas da cidade.

Valores:

💰  Bilhete para 1 dia – USD 13,10

💰  Bilhete para 2 dias – USD 32,20

💰  Bilhete para 2 dias incluindo Soweto – USD 40,00

Onde se hospedar

Encontre seu hotel em Joanesburgo clicando no link abaixo. Você não paga nada a mais por isso, mas nos ajuda a manter o blog 😊


Booking.com

Visto

Brasileiros não precisam de visto para a África do Sul. Precisam apenas portar o Certificado de Vacinação de Febre Amarela.

Segurança

Não tivemos nenhum problema em Joanesburgo, mas também não nos sentimos muito seguros na região central da cidade. Porém, tomando os devidos cuidados, que nós brasileiros já nascemos sabendo, tais como: evitar andar sozinho a noite, evitar áreas desertas, não usar jóias e relógios caros e não pendurar a câmera fotográfica no pescoço (em muitos momentos nem levávamos a câmera) sua passagem por Joanesburgo será bem tranquila.

Moeda

A moeda da África do Sul é o Rand.

Em Julho de 2017 a cotação do Rand era de 1 USD = 13,50 ZAR.

Preço da Cerveja

A cerveja mais famosa por aqui é a Castle Lite. Ela custa em média USD 1,30 nos bares e USD 0,90 nos supermercados.

Quando visitar

O clima por aqui acompanha o do Brasil, ou seja, quando for verão na terrinha, será verão por aqui também, idem no inverno.

O inverno é considerado a estação mais seca (ideal para fazer safári), com temperaturas amenas; e o verão é a estação chuvosa e mais quente. No verão a média é de 20 graus, passando dos 30 graus com frequência, e no inverno as médias ficam em torno de 12 graus, mas nas noites frias a temperatura é inferior aos 10 graus.

Tomadas

As tomadas aqui na África no Sul são assim:

Tomadas na cidade de Joanesburgo

Mas é comum encontrar adaptadores para os plugs brasileiros nos hotéis e mesmo nas casas dos sul-africanos.

Idiomas

Inglês, africâner, zulu, xhosa e mais outras sete línguas oficiais são faladas na África do Sul – são onze no total.

Saúde na viagem

Nós fizemos um Seguro Viagem para nos precavermos durante essa trip de volta ao mundo.

Temos uma super amiga que teve uma crise renal nos Estados Unidos e se não fosse pelo seguro viagem ela teria desembolsado USD 25.000! Já pensou!? Nós não quisemos arriscar.

Faça sua cotação de Seguro gratuitamente utilizando o link abaixo. Você não paga nada mais por isso e ainda nos ajuda a beber mais cervejas pelo caminho 😉

E como saber para onde ir?

Sem internet para usar o Waze ou o Google Maps? Não tem problema! É só baixar o APP Maps.me (gratuito) que tudo estará resolvido! Esse APP funciona como GPS mesmo off-line.

✅  Planejando uma viagem para a África do Sul? Veja todos os posts que escrevemos sobre o país:

🌎  Acompanhe nossa viagem de volta ao mundo através de nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/casalwanderlustoficial

4 comentários sobre “Joanesburgo, informações gerais sobre a cidade

  1. Rayane Azevedo

    Cá, como fui à Joburg na época da copa do mundo, achei a cidade segura (caminhei à noite por ela e não senti medo!) Vi nos seus posts que é preciso ficar atento e que a questão da segurança é bem complicada. Como pode, né? Aquela segurança toda durante a copa foi só uma fachada…

    1. CASAL WANDERLUST Autor da Postagem

      Ray,
      Não sabemos como foi na época da Copa, mas hoje, infelizmente, na região central ficamos receosos sim!
      Aliás presenciamos uma briga de trânsito em que um homem desceu armado do carro. Maior susto da viagem.
      Uma pena, realmente!
      Mas como o nosso belíssimo Rio de Janeiro, se tomar os devidos cuidados dá para visitar sim.
      Bjos

Deixe uma resposta